<$BlogRSDUrl$>

20 outubro 2003

Maria Teresa Madeira- Um Tesouro Nacional


Bom dia pessoal.
Desta vez presto uma homenagem simples porém atenciosa a uma de nossas maiores pianistas. Conheci-a pelo primeira vez em um disco com músicas de Ernesto Nazareth (Sempre Nazareth, Kuarup 1997), que me deixou completamente maluco por este compositor. Foi a partir deste disco que eu comecei a pesquisar a obra e discografia do Ernesto Nazareth, tendo hoje chegado a 1.258 gravações diferentes. Há seis anos atrás, quando ganhei este disco de aniversário, de uma tia-avó, achava fantásticas as interpretações da MTM. Hoje eu as considero o supra-sumo. Tão impressionado fiquei, que resolvi conhecer mais sobre a pianista, e descobri que ela é uma camerista excepcional. Ela tem participado pelo menos nos últimos 6 cursos de verão aqui em Brasília, e todo ano toca muitos, mas muitos recitais em diversos festivais pelo país, com músicas muitas vezes aprendidas com pouquíssimos dias de antecedência (coisa que só é possível quando se possui uma leitura invejável). Há 3 anos tive o privilégio de vê-la tocando o quinteto de Schubert "A Truta", e foi quando pude conhecê-la pessoalmente. A partir daí fiquei amigo de uma pessoa que, o que tem de musicalidade e nível técnico, tem de humildade e simpatia. O segundo disco que comprei da MTM foi o famosíssimo onde ela toca Chiquinha Gonzaga (Sonhos e Sons, SSCD 023 1999). Hoje ela é conhecida como "a pianista que dublou as mãos da Regina Duarte na minissérie da Globo", mas seu trabalho vai muito além disso. Além das gravações chorísticas de Chiquinha Gonzaga e Ernesto Nazareth (incluindo os dois últimos lançamentos pelo Sonhos e Sons este ano, para minha extrema alegria), Maria Teresa Madeira já gravou uma série de peças de câmara contemporâneas brasileiras de compositores como Ernst Mahle, José Ursicino da Silva, Osvaldo Lacerda (1984), Gilberto Mendes (1985), José Vieira Brandão (1995), Harry Crowl (1996), Francisco Mignone, Dawid Korenchendler (1996), Radamés Gnattali (1997) e vários outros, revelando-se uma especialista em música brasileira. Além da música de câmara, demonstrou-se também uma excelente solista (Solo Brasileiro, Rio Arte Digital RD002 1995) surpreendendo-o com interpretações únicas de obras famosas como as toccatas de Claudio Santoro e Radamés Gnattali, a Sonatina de Edino Krieger, e de outras que provavelmente foram gravadas pela primeira vez, como os Flashes de Glícia Campos, os estudos No.2 de Monique Aragão, ou a Cantilena de João Guilherme Ripper. Como arranjadora e acompanhadora nos nos mostrou extremo bom gosto em gravações com a Olivia Byington (1987), e cantores que interpretavam uma obra da Chiquinha Gonzaga no final de cada episódio da minissérie. Esses cantores acompanhados por ela foram especificamente: Joanna, Roberta Miranda, Paulinho Moska, Alcione, Adriana Calcanhoto, Beto Guedes, Zé Ramalho e Renato Teixeira. Sinceramente eu acho que estes cantores deveriam considerar a hipótese de cantar mais Chiquinha Gonzaga :O) Sobre os arranjos de Maria Teresa Madeira, não posso deixar de mencionar o que ela fez de Lua Branca, tocado nas vinhetas da série, e que deveria ser publicado.
Há ainda muitas outras verdadeiras verdadeiras jóias que não mencionei, como gravações com o gaitista Rildo Hora (RobDigital RD057, lançado este ano), a soprano Carol McDavit, os flautistas Altamiro Carrilho e Julie Koidin, o violinista Marcus Viana, a cantora Cacala, o trombonista Radegundis Feitosa, o Quinteto Villa-Lobos e o bandolinista Pedro Amorim, que somam uma discografia interessantíssima.
Listarei abaixo todos os discos em que a Maria Teresa Madeira já participou, includindo coletâneas e lançamentos raros. No total são 27!

Ano Novo
RobDigital RD057
2003

Rildo Hora (gaita)
Maria Teresa Madeira (piano)
Arranjos de Rildo Hora

01. Rildo Hora: Ano Novo
02. Hermeto Pascoal: Chorinho pra Ele
03. Jacob do Bandolim: Cabuloso
04. Rildo Hora e Clóvis Mello: Canção que nasceu do amor
05. Rildo Hora e Sérgio Cabral: Modinha
06. Luiz Gonzaga e Zé Dantas: Algodão
07. Rildo Hora: Pipoca no fogo
08. Rildo Hora e Martinho da Vila: Anda, sai dessa cama
09. Milton Nascimento: Morro Velho
10. Rildo Hora e Sérgio Cabral: Espraiado
11. Rildo Hora e Elton Medeiros: Sem te alcançar
12. Rildo Hora: Poeta (a Carlos Drummond de Andrade)
13. Domínio Público: Peixe Vivo
14. Rildo Hora e Affonso Romano de Sant’Anna: A Implosão da Mentira ou O Episódio do Rio Centro
15. Rildo Hora e Affonso Romano de Sant’Anna: Alfa e Ômega

Rildo Hora: De Pai pra Filho
16. I De Pai para Filho (A meu filho Misael)
17. II Cóe Cóe (A meu filho Ziraldo)
18. III Cafuza Sem (A minha filha Patrícia)

Ernesto Nazareth (1) (Mestres Brasileiros Vol.3)
Sonhos e Sons SSCD051
2002 (Gravado em julho e agosto)

Composições de Ernesto Nazareth
Maria Teresa Madeira

01. Fon-Fon!
02. Ameno Resedá

03. Coração que Sente
Com Marcus Viana (violino) e Sebastião Vianna (flauta)

04. Garoto
05. Sagaz
06. Genial
07. Você bem Sabe
08. Henriette

09. Brejeiro
Com Marcus Viana (violino) e Sebastião Vianna (flauta)

10. Primorosa
11. Tenebroso
12. Confidências
13. Travesso
14. Sustenta a... Nota!

15. Escorregando
com Sebastião Vianna (flauta)


Ernesto Nazareth 2 (Mestres Brasileiros Vol.4)
Sonhos e Sons SSCD052
2002 (Gravado em julho e agosto)

Composições de Ernesto Nazareth
Maria Teresa Madeira

01. Odeon
02. Digo
03. Cubanos
04. Não Caio N’outra
05. Turbilhão de Beijos

06. Remando
Com Marcus Viana (violino) e Sebastião Vianna (flauta)

07. Exhuberante
08. Floraux
09. Eponina
10. Menino de Ouro
11. Atrevidinha

12. Nove de Julho
Com Marcus Viana (violino)

13. Segredo
14. Apanhei-te Cavaquinho!...

Romance Policial
Pianíssimo P004
2001/2002

Composições de Tim Rescala

01. Romance Policial
Tim Rescala (regente, “Narrador”), Rodolfo Cardoso (marimba, “Detetive Aranha”), Maria Teresa Madeira (piano, “Baby”), Ronaldo Diamante (contrabaixo, “Chefe”),Monique Aragão (teclado, “Big Loura”), Oscar Bolão (bateria/percussão, “Cara-de-cão), David Ganc (sax alto/flauta, “Capanga 1”) e Lulu Pereira (trombone baixo, “Capanga 2”)

02. Tango
Lulu pereira (trombone baixo e voz)

03. A Dois
Rodolfo Cardoso e Ana Letícia Barros (percussão e voz)

04. Estudo para Piano
Maria Teresa Madeira (piano e voz)

05. A Base
Ronaldo Diamante (baixo elétrico e voz) e Oscar Bolão (bateria e voz)

06. Cantos
Carol McDavid (soprano)

07. Bravo!
Maria Teresa Madeira, Tim Rescala, Oscar Bolão e Lulu Pereira (palmas e voz)


Café Brasil
Warner- Teldec 092740314-2
2001 (gravado 30 de outubro de 2000)


01. Jacob do Bandolim: Noites cariocas
Sivuca (sanfona) e Conjunto Época de Ouro: Ronaldo do Bandolim (bandolim), Dino 7 cordas (Violão de 7 cordas), César Faria (violão), Toni (violão), Jorge Filho (cavaquinho) e Jorginho do Pandeiro (pandeiro, prato, faca e caixeta)

02. Caetano Veloso e Ferreira Gullar: Onde Andarás
Marisa Monte (canto) e Conjunto Época de Ouro

03. Ernesto Nazareth: Brejeiro
Pedro Amorim (bandolim), Paulo Sergio Santos (clarineta), Maurício Carrilho (violão), Luciana Rabello (cavaquinho), Bororó (baixo) e Celsinho Silva (pandeiro)

04. Horondino Silva e Alberto Ribeiro: Pastora dos Olhos Castanhos
Paulinho da Viola (canto) e Conjunto Época de Ouro

05. Pixinguinha: 1 x 0
Altamiro Carrilho (flauta/flautim), Carlos Malta (saxofone tenor), e Conjunto Época de Ouro

06. Martinho da Villa: Choro chorão
Martinho da Vila (canto), Cristóvão Bastos (piano), Joel Nascimento (bandolim), João Lyra (violão) , Henrique Cazes (cavaquinho), Bororó (baixo), Beto Cazes (pandeiro/tanvasso/ caixinha/reco-reco)

07. Waldyr Azevedo: Brasileirinho
Henrique Cazes (cavaquinho), Joel do Nascimento (bandolim), João Lyra (violão), Bororó (baixo), Cristóvão Bastos (piano) e Beto Cazes (pandeiro)

08. Jacob do Bandolim e Luiz Bittencourt: Jamais
Leila Pinheiro (canto) e Conjunto Época de Ouro

09.André Victor Correia: André de sapato novo
Pedro Amorim (bandolim), Paulo Sergio Santos (clarineta), Maurício Carrilho (violão), Luciana Carrilho (cavaquinho), Bororó (baixo) e Celsinho Silva (pandeiro)

10. João Bosco e Aldir Blanc : Títulos de Nobreza
João Bosco (canto e violão), e Conjunto Época de Ouro

11. Jacob do Bandolim: Treme-treme
Ronaldo do Bandolim (bandolim) e Conjunto Época de Ouro

12. Miguel Lima, Luiz Gonzaga e Antônio Almeida: Galo Garnizé
Ademilde Fonseca (canto), Crisóvão Bastos (piano), Maurício Carrilho (violão), Pedro Amorim (bandolim), Luciana Rabello (cavaquinho), Celsinho Silva (pandeiro), Bororó (baixo) e Paulo Sérgio Santos (clarineta)

13. Pattapio Silva: Meu primeiro amor
Altamiro Carrilho (flauta/flatim) e Maria Teresa Madeira (piano)


14. Paulinho da Viola: Sarau para Radamés
Rildo Hora (gaita), Paulinho da Viola (cavaquinho), Cristóvão Basatos (piano), João Lyra (violão), Luciana Rabello (cavaquinho), Bororó (baixo) e Beto Cazes (pandeiro/reco-reco)

15. Chiquinha Gonzaga: Bionne
Maria Teresa Madeira (piano)


16. Irineu de Almeida: Mariana
Conjunto Época de Ouro


Meus Caros Pianistas
Biscoito Fino- Kuarup BF513
2001 (gravado no inverno de 2001)

Composições de Francis Hime interpretadas por 15 pianistas escolhidos pelo compositor
Disco 1
01. Pivete
Sonia Vieira

02. Embarcação
Leandro Braga

03. Meu Caro Amigo
Miguel Proença

04. Minha
Linda Bustani

05. Pássara
João Carlos Assis Brasil

06. Passaredo
Rosana Diniz

07. O Sim pelo Não
Clara Sverner

08. A Grande Ausente
Gilda Oswald Cruz

09. Vai Passar
Cristóvão Bastos

10. Tereza Sabe Sambar
Antônio Adolfo

11. Valsa Rancho
Gilson Perenzzetta

12. Último Retrato
Helvius Vilella

13. Cabelo Pixaim
Fernanda Chaves Canaud

14. Atrás da Porta
Wagner Tiso

15. Mariposa
Maria Teresa Madeira


Disco 2
01. Parintintin
Rosana Diniz

02. Trocando em Miúdos
Miguel Proença

03. Parceiro
João Carlos Assis Brasil

04. Sem mais Adeus
Maria Teresa Madeira


05. Anoiteceu
Sonia Vieira

06. Coração od Brasil
Leandro Braga

07. Coração do Brasil
Linda Bustani

08. A Tarde
Gilda Oswaldo Cruz

09. Ultimo Canto
Wagner Tiso

10. E se
Gilson Peranzzetta

11. Luiza
Gilson Peranzetta

12. Amor Barato
Cirstóvão Bastos

13. Clara
Antônio Adolfo

14. Maria
Fernanda Chaves Canaud

15. A Noiva da Cidade
Clara Sverner


Iluminando a História
Light
2001

Piano, arranjos e direção musical

Juntos
Jazzmim Records
2001

Grupo Dois no Choro:
Julie Koidin (flauta)
Paulinho Garcia (canto e violão)

01. Ernesto Nazareth: Apanhei-te Cavaquinho
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta), Altamiro Carrilho (flauta/flautim), Robert Saliba (pandeiro)

02. Astor Piazolla: Adios Nonino
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta), Maria Teresa Madeira (piano), Emily Lewis Mantell (violoncelo)


03. Tom Jobim e Aloysio de Oliveira: Inútil Paisagem
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta contralto)

04. Geraldo Vandré: Aruanda
Paulinho Garcia (canto/violão/chocalho) e Julie Koidin (flauta)

05. Marco Granados: Vals Del Olvido
Paulinho Garcia (violão) e Julie Koidin (flauta)

06. Hector R. Chavero: Luna Tucumana
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta) e Emily Lewis Mantell (violoncelo)

07. Paulinho Garcia: Chorinho do Paulinho
Paulinho Garcia (violão/tamborim), Julie Koidin (flauta), Maria Teresa Madeira (piano) e Heitor Garcia (pandeiro)


08. Paulinho Garcia: E Quando
Paulinho Garcia (canto/violão/chocalho), Julie Koidin (flauta) e Emily Lewis Mantell (violoncelo)

09. Villa-Lobos: Bachianas Brasileiras No.5- Ária/Cantilena
Paulinho Garcia (canto/violão) e Julie Koidin (flauta)

10. Paulinho Garcinha: Ponto de Encontro
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta) e Heitor Garcia (bongos)

11. Paulinho Garcinha: Chorinho pra nós
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta), Altamiro Carrilho (flauta/flautim) e Robert Saliba (pandeiro)

12. Marcos e Paulo César Valle: The Face I love
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta contralto) e Emily Lewis Mantell (violoncelo)

13. Toninho Horta: Bicycle Ride
Paulinho Garcia (canto/violão) e Julie Koidin (flauta)

14. Paulinho Garcia: Cintura Fina
Paulinho Garcia (canto/violão), Julie Koidin (flauta), Emily Lewis Mantell (violoncelo) e Heitor Garcia (clave e zabumba)

15. Paulinho Garcia: Do You Remember Me?
Paulinho Garcia (canto/violão) e Julie Koidin (flauta contralto)


Altamiro Carrilho in Concert- 125 Anos de Chorinho
Independente (patrocinado pela Serasa) sem número
2000 (gravado em 15 de julho, ao vivo no Teatro Municipal do Rio de Janeiro)

01. Apresentação do Maestro Júlio Medaglia
02. Altamiro Carrilho:
03. Joaquim Callado e Catulo da Paixão Cearense: Flor Amorosa
04. Altamiro Carrilho: Bem Brasil
05. Ernesto Nazareth: Odeon
06. História de 1x0
07. Pixinguinha 1x0
08. Altamiro Carrilho: Oriental
09. Altamiro Carrilho: O Eterno Jovem Bach
10. Mozart: Pequena Serenata
11. Chiquinha Gonzaga: Atraente, Não Insistas Rapariga e Corta-Jaca
com Maria Teresa Madeira (piano)
12. Lina Pesce: Bem-te-vi Atrevido
13. Zequinha de Abreu: Tico-Tico no Fubá
14. Waldir Azevedo: Brasileirinho ()
15. História de André de Sapato Novo
16. André Victor Corrêa: André de Sapato Novo







Chiquinha Gonzaga
Sonhos e Sons SSCD022
1999

Composições de Chiquinha Gonzaga
Maria Teresa Madeira (piano)
Marcus Viana (violino)

01. Corta jaca
02. Lua branca
03. Menina Faceira
04. Atraente
05. Amapá
06. Quadrilha
07. Yayá fazenda, etc e tal
08. Cananéa
09. Faceiro
10. Não insistas, Rapariga
11. A corte na roça
12. Fogo foguinho
13. Morena
14. Tim tim
15. Bijou
16. Bionne

Chiquinha Gonzaga (Mestres brasileiros vol.1)
Sonhos e Sons SSCD023
1999 (Gravado entre fevereiro e abril de 2003 na Sala Cecília Meireles)

Composições de Chiquinha Gonzaga
Maria Teresa Madeira

01. Lua branca
02. Dama de ouros
03. Atraente
04. Faceiro
05. Plangente
06. Bijou
07. Sedutor
08. Bionne
09. Tim tim
10. Recitativo (de “A corte no roça”)
11. Valsa (de “A corte na roça”)
12. Fogo foguinho
13. Annita
14. Não insistas, Rapariga
15; Cananéa
16. Viva o carnaval
17. Quadrilha (do “Forrobodó”)
18. Tema (do “Forrobodó”)
19. Cordão (do “Forrobodó”)
20. Gaúcho
21. Abre alas





Histórias, Músicas e Acalantos
Independente- saem número
(ano)

Maria Helena Alvarenga (texto, narração, música, letra e concepção)
Maria Teresa Madeira (arranjo, piano, teclados e direção musical)
Cacala (voz)

01. Atenção
02. Um piano, um Rato e um Gato
03. Três Travessos Pintinhos
04. A Juba e a Ajuda
05. Três Ursos Ruços
Maria Helena Alvarenga (voz) e Maria Teresa Madeira (piano)

06. Adivinha
Cacala (canto) e Maria Teresa Madeira (teclados)

07. As Estações do Ano
Maria Helena Alvarenga (voz) e Maria Teresa Madeira (piano/teclados)

08. Os Elefantes
Maria Helena Alvarenga (voz) e Maria Teresa Madeira (teclados)

09. Três Tristes Tigres
10. Um conhecido Ditado
Maria Helena Alvarenga (voz) e Maria Teresa Madeira (piano)

11. O Menino Papagaio
Cacala (canto) e Maria Teresa Madeira (piano)

12. Ursos
Maria Helena Alvarenga (voz) e Maria Teresa Madeira (teclados)

13. O Relódio da Floresta
14. Cuca Legal
Cacala (canto) e Maria Teresa Madeira (teclados)

Acalantos
15. A Todas as Crianças
Maria Helena Alvarenga (canto) e Maria Teresa Madeira (piano)

16. Guilherme
17. Rodrigo
18. Antônio Pedro
19. João
20. Ana Paula
21. Bernardo
22. Francisco
Cacala (canto) e Maria Teresa Madeira (piano)

23. Saudade
Maria Teresa Madeira (piano)

Acalantos
24. A Todas as Crianças
25. Guilherme
26. Rodrigo
27. Antônio Pedro
28. João
29. Ana Paula
30. Bernardo
31. Francisco
32. Saudade
Maria Teresa Madeira (teclado com som de caixa-de-música)

Chiquinha Gonzaga
Som Livre 2232-2
1999

Clips da Minissérie “Chiquinha Gonzaga”
Cantores acompanhados pelos pianistas Maria Teresa Madeira, Leandro Braga, Clara Sverner, Fernanda Chaves Canaud e Miguel Briamonte.

01. Lua Branca
Joanna e Maria Teresa Madeira


02. Machuca
Daniela Mercury e Clara Sverner

03. Não Venhas
Emílio Santiago e Leandro Braga

04. Romance da Princesa
Roberta Miranda e Maria Teresa Madeira


05. Menina Faceira
Paulinho Moska e Maria Teresa Madeira


06. Cordão Carnavalesco (Forrobodó)
Alcione e Maria Teresa Madeira


07. A Brasileira
Adriana Calcanhoto e Maria Teresa Madeira


08. Ô Abre Alas
Marlene, Emilinha Borba e Ângela Maria e Leandro Braga

09. A Corte Na Roça
Beto Guedes e Maria Teresa Madeira

10. Santa
Zélia Duncan e Fernanda Chaves Canaud

11. Maxixe da Zeferina
Beth Carvalho e Maria Teresa Madeira


12. O Que É Sympathia?
Zé Ramalho e Maria Teresa Madeira


13. Atraente
Edson Cordeiro e Miguel Briamonte

14. Namorados Da Lua
Milton Nascimento e Leandro Braga

15. O Namoro
Renato Teixeira e Maria Teresa Madeira


16. Corta Jaca
Marcos Viana (violino) e Maria Teresa Madeira


17. Marcus Viana: Um Novo Século
Marcus Viana (violino)

Obs. As faixas 10 e 13 estão trocadas no disco

Trovas e Cantares
Independente
1999 (gravado em junho na Sala Cecília Meireles)

Carol McDavit (soprano)
Maria Teresa Madeira (piano)

01. Alberto Nepomuceno: Trovas (poema de Osório Duque Estrada)
02. Alberto Nepomuceno: Trovas Alegres (poema Magalhães Azeredo)
03. Alberto Nepomuceno: Coração Triste (poema de Machado de Assis)
04. Alberto Nepomuceno: Razão e Amor (poema anônimo)
05. Alberto Nepomuceno: Cantigas (poema de D. Branca de Gonta Colaço)
06. Claudio Santoro: Acalanto da Rosa (poema de Vinícius de Moraes)
07. Claudio Santoro: Ouve o Silêncio (poema de Vinícius de Moraes)
08. Claudio Santoro: Luar do meu Bem (poema de Vinícius de Moraes)
09. Claudio Santoro: Em algum Lugar (poema de Vinícius de Moraes)
10. Claudio Santoro: Amor em Lágrimas (poema de Vinícius de Moraes)
11. Ernani Braga: Ó Kinimbá
12. Ernani Braga: Capim di Pranta
13. Ernani Braga: Nigue-nigue-nhas
14. Ernani Braga: São João-da-ra-rão
15. Ernani Braga: Engenho Novo
16. Ronaldo Miranda: Retrato (poema de Cecília Meireles)
17. Ronaldo Miranda: Cantares (poema de Walter Mariani)
18. Ronaldo Miranda: Visões (poema de Orlando Codá) (de “Três Canções Simples”)
19. Ronaldo Miranda: Noite e Dia (poema de Orlando Codá) (de “Três Canções Simples”)
20. Ronaldo Miranda: Cotidiano (poema de Orlando Codá) (de “Três Canções Simples”)
21. Heitor Villa-Lobos: The Singing Tree (da operetta Magdalena)
22. Heitor Villa-Lobos: Magdalena (da operetta Magdalena)
23. Heitor Villa-Lobos: Bonsoir, Paris (da operetta Magdalena)
24. Heitor Villa-Lobos: Emeraald Song (da operetta Magdalena)
25. Heitor Villa-Lobos: Food for Thought (da operetta Magdalena)

Desvelo
Tons e Sons (UFRJ) TS9810
1998

Composições de João Guilherme Ripper

01.Cecília (texto de Mário Quintana)
Inácio de Nonno (barítono)
Paulo Santoro (violoncelo)
Waldemar Reis (piano)

02. Rio Desvelo (texto de João Guilherme Ripper)
Inácio de Nonno (barítono)
Maria Teresa Madeira (piano)


03. Agora chegou minha vez (da ópera Augusto Matraga, libreto de João Guilherme Ripper)
Inácio de Nonno (barítono)
Maria Teresa Madeira (piano)


04. Preamar (texto de João Guilherme Ripper)
Coral TODOTOM- UFRJ
Coral Infantil- UFRJ
Tâmara Ujakowa (piano)
Isias Ferreira (percussão)
Maria José Chevitarese (regente)

05. Sonata No.1 para piano
Maria Teresa Madeira (piano)


06. Improviso No.1
Brasil Trio:
Daniel Passuni (violino)
Paulo Santoro (violoncelo)
Waldemar Reis (piano)

07. Metamorphosis (versão para flauta e piano)
Pauxy Gentil-Nunes (flauta)
André Carrara (piano)

08. Matinas- Contemplativo- Com Júbilo(gravado ao vivo em 02/11/91 na Sala Cecília Meireles, durante a 12ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea)
James Ryon (oboé)
Orquestra de cordas UNISINOS
José Pedro Boéssio (regente)

Trombone Brasileiro
Independente
1998

Radegundis Feitosa (trombone)
Maria Teresa Madeira (piano)

José Usircino da Silva "Duda": Duas danças
01. I Gizelle
02. II Marquinhos do Frevo

José Alberto Kaplan: Três peças
03. I Humoresca
04. II Noturno
05. III Tarantela

06. Gilberto Gagliardi: Divertimento

07. Nelson de Macedo: Fantasia concerto
08. Vilani-Côrtes: Introdução e/ao desafio

José Siqueira: Três estudos para trombone e piano
09. I Recitativo e Allegro
10. II Modinha
11. III Allegro Deciso

12. Abdon Lira: Fantasia
13. Osvaldo Lacerda: Andante
14. Severino Araújo: Espinha de bacalhau




Trajetória- Ronaldo Miranda
RioArte Digital RD020
1998

Composições de Ronaldo Miranda

01. Tango
Patrícia Bretas e Josiane Kevorkian (piano)

02. Lúdica I
Sérgio Burgani (clarineta)

Oriens III
03. I Divagações
04. II Entreato
05. III Rondó
Fernando Brandão, Murilo Barquete e Andréa Ernst Dias (flautas)

06. Variações Sérias (sobre um tema de Anacleto de Medeiros)
Quinteto Villa-Lobos: Toninho Carrasqueira (flauta), Luís Carlos Justi (oboé), Paulo Sérgio Santos (clarineta), Philip Doyle (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote)

Três Canções Simples (texto de Orlando Codá)
07. I Visões
08. II Noite e Dia
09. III Cotidiano
Carol McDavit (soprano) e Ronaldo Miranda (piano)

10. Prólogo, Discurso e Reflexão
Maria Teresa Madeira (piano)


Trajetória (texto de Orlando Codá)
11. I O apartamento
12. II Constatação
13. III O vácuo
Maria Lúcia Godoy (soprano), Norton Morozowicz (flauta), Paulo Sérgio Santos (clarineta), Miguel Proença (piano), Jaques Morelenbaum (violoncelo), Joe Lizama (percussão) e John Neschling (regente)

14. Appassionata
Fábio Zanon (violão)

15. Alternâncias
Trio Brasileiro: Erich Lehninger (violino), Gilberto Tinetti (piano) e Watson Clis (violoncelo)


Quinteto Villa-Lobos- 35 Anos de Música Brasileira
Sarau CDS-003
1997 (gravado em setembro no Estúdio Sinfônico da Rádio MEC, Rio de Janeiro)

Quinteto Villa-Lobos: Toninho Carrasqueira (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Aloysio Fagerlande (fagote), Phillip Doyle (trompa) e Paulo Sérgio Santos (clarineta)

Mário Tavares: Quinteto para Instrumentos de Sopro
01. I Allegro
02. II Andantino (Acalanto)
03. III Tempo de coco

04. Ronaldo Miranda: Variações Sérias (sobre um Tema de Anacleto de Medeiros)

Radamés Gnattali: Suíte para Quinteto de Sopros
05. I Prelúdio
06. II Valsa
07. III Modinha
08. IV Choro
09. V Final

Radamés Gnattali: Divertimento para Quinteto de Sopros e Piano (Sonatina a Seis)
10. I Allegrro Moderato
11. II Saudoso
12. III Ritmado
Com Maria Teresa Madeira (piano)


13. Edino Krieger: Serenata a cinco
14. K- Ximbinho: Sempre
15. K- Ximbinho: Teleguiiado
16. Villa-Lobos: Choros No.2
17. Villa-Lobos: Quinteto em Forma de Choros

Estréias Brasileiras
Centro Cultural do Banco do Brasil, sem número
1997


01. Ronaldo Miranda: Alternâncias
Trio Brasileiro: Lehninger (violino), Watson Clis (violoncelo) e Gilberto Tinetti (piano)

Murillo Santos: Duas Peças Populares (Nazarethiana)
02. I Tempo de Valse
03. II Vivo
Trio Brasileiro: Lehninger (violino), Watson Clis (violoncelo) e Gilberto Tinetti (piano)

04. Paulo Porto Alegre: Luís Correia
Paulo Porto Alegre (violão)

Ascendino Theodoro Nogueira: Brasiliana no. 7
05. I Saudoso
06. II Ligeiro
Paulo Porto Alegre (violão)

07. Pauxy Nunes Filho: Suarabácti
Paulo Porto Alegre (violão)

Ernani Aguiar (e anônimos???): Cantos Conhecidos (texto de Manoel Bandeira)
08. I Bão-balalão Senhor Capitão
09. II Sapo Jururu
10. III Cai-cai Balão
Inácio de Nonno (barítono) e Aleida Schweitzer (piano)

Cirlei de Hollanda: Passatempo (texto de Carlos Drummond de Andrade)
11. I Papel
12. II Descoberta
13. III Passatempo
14. IV Quero
15. V Balanço
Inácio de Nonno (barítono) e Aleida Schweitzer (piano)

16. Jocy de Oliveira: Ofélia Presa nas Cordas de um Piano (para cantatriz e piano-objeto)
Doriana Mendes (CantAtriz)

17. Harry L. Crowl: Sexteto para Piano e Sexteto de Sopros
Ensemble Rio: Eduardo Monteiro (flauta), Harold Emert (oboé), José Botelho (clarineta), Philip Doyle (trompa), Noel Devos (fagote) e Maria Teresa Madeira (piano)

Dawid Korenchendler: Fragmenta II
18. I Mikroncerto
19. II Romance sans Paroles
20; III Fuga...ztfu
21. IV A Short Song without Words
22. V Warum nicht?
Ensemble Rio: Eduardo Monteiro (flauta), Harold Emert (oboé), José Botelho (clarineta), Philip Doyle (trompa), Noel Devos (fagote) e Maria Teresa Madeira (piano)



Orquestra dos Sonhos
Pianíssimo P002
1997
Ópera infanto-juvenil de Tim Rescala

Sempre Nazareth
Kuarup KCD095
1997 (gravado em julho e agosto)

Composições de Ernesto Nazareth

01. Brejeiro e Apanhei-te cavaquinho
Maria Teresa Madeira (piano), Pedro Amorim (bandolim) e Oscar Bolão (caixa com vassourinhas)

02. Confidências
Maria Teresa Madeira (piano) e Pedro Amorim (bandolim)

03. Zizinha
04. Fon-Fon
Maria Teresa Madeira (piano)

05. Fidalga
Pedro Amorim (bamndolim)

06. Rayon d'Or
07. Reboliço
Maria Teresa Madeira (piano)

08. Nenê
Maria Teresa Madeira (piano) e Pedro Amorim (bandolim)

09. Saudade
10 Batuque
Maria Teresa Madeira (piano)

11. Matuto
12. Tupinambá e Ameno Resedá
Maria Teresa Madeira (piano), Pedro Amorim (bandolim) e Oscar Bolão (caixa com vassourinhas)


Música Brasileira para Sopros e Piano
Rio Arte Digital RD006
1996

Ensemble Rio: Eduardo Monteiro (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), José Botelho (clarineta), Zdenek Svab (trompa), Noël Devos (fagote) e Maria Teresa Madeira (piano)

01. Francisco Mignone: Sexteto no. 2

Ernst Mahle: Trio para flauta, oboé e clarineta
02. I Poco agitato
03. II Andantino
04. III Vivace

05. Esther Scliar: Imbricata

Maria Helena Rosas Fernandes: Nakutanak
06. I
07. II
08. III
09. IV

10. Osvaldo Lacerda: Melodia para trompa solo
Zdenek Svab (trompa)

11. Harry Crowl: Sabra

Radamés Gnatalli: Sonatina a Seis
12. I Allegro moderato
13. II Saudoso
14. III Ritmado


A Obra de José Vieira Brandão
Conservatório Brasileiro de Música- Rio Arte 107.561
1995

Composições de José Vieira Brandão

I. Coral Harte Vocal
01. A missa e o papagaio (poema de Cassiano Ricardo)
02. Canta Coração! (letra de José Vieira Brandão)
03. Trem de Ferro (poema de Manuel Bandeira)
04. Chorinho Natalino (letra de José Vieira Brandão)

II. Quinteto de Sopros
05. a) Allegro Moderato b) Andante Sostenuto c) Allegro con moto
Noel Devos (fagote), Phillip Doyle (trompa), José Botelho (clarineta), Andréa Ernest Dias (flauta), Luis Carlos Justi (oboé)


III. Duo (canto e piano)
Canções de Câmara
Inácio de Nonno (Barítono) e Deodatta Gonzaga (piano)
06. Prequeté (poema de Cassiano Ricardo)
07. Só, ou Canção sozinha (poema de Guilherme de Almeida)
08. Prece (poema de J. G. Araújo Jorge)
09. Onda (poema de Guilherme de Almeida)
10. Canção à toa (poema de Guilherme de Almeida)
11. Cantiga de Ninar (letra de José Vieira Brandão)
12. Adivinhação (Martins d’Alvarez)

IV. Duo (violino e piano)
Daniel Guedes (violino) e Maria Teresa Madeira (piano)
13. Dança e Seresta

14. Suíte em três movimentos para violino solo
a) Lento b) Allegreto c) a Valsinha

V. Coral Canto em Canto (Elza Lakschevitz, regente)
15. Canção de muitas Marias (poema de Manuel Bandeira)
16. Dois vocalises
17. Cussaruim em 2 tempos (poema de Manuel Bandeira)
a) Berimbau b) Boca de Forno

Solo Brasileiro
Rio Arte Digital RD002
1995 (gravado na sala Cecília Meireles em 1989 e 1995)

Maria Teresa Madeira

01. Edino Krieger: Sonatina (Moderato e Allegro)
02. Claudio Santoro: Toccata (versão de 1984)
03. João Guilherme Ripper: Cantilena
04. Ronaldo Miranda: Prólogo, Discurso e Reflexão
05. Radamés Gnattali: Toccata
06. Gilberto Mendes: Il Neige... De Noveau!
07. Fernando Ariani: Spiralis
08. Paulo Libânio: Pequena Suíte (O Principezinho) (Devagar, Não muito Depressa, Tempo de Valsa e Vivo)
09. Aylton Escobar: Mini Suíte das Três Máquinas (A Máquina de Escrever, A Caixinha de Música e O Coração da Gente)
10. Glícia Campos: Flashes (I, II e III)
11. Monique Aragão: Estudos No.2




Melodia Sentimental
Continental 1.01.404.312
(relançado em CD na série “2 em 1” Warner Music Brasil Ltda. 857383467-2)
1987


Olivia Byington

01. Edgar Duvivier e Manuel Bandeira: Estrela
Olivia Byington (canto), Maria Teresa Madeira (piano), Jaques Morelembaum (violoncelo/teclados) e Edgard Duvivier (sax soprano)

02. Edgar Duvivier e Thiago de Mello: Como um Rio
Olivia Byington (canto), Maria Teresa Madeira (piano), Jaques Morelembaum (violoncelo) e Edgard Duvivier (clarineta)

03. Cacaso e Olivia Byington: Clarão
Olivia Byington (canto), André Geraissati (Violão), Jaques Morelembaum (violoncelo/teclados) e Edgard Duvivier (sax soprano)

04. Edgar Duvivier, Fernando Pessoa e Olivia Byington: Desassossego
Olivia Byington (canto), Maria Teresa Madeira (piano), Jaques Morelembaum (violoncelo) e Edgard Duvivier (sax tenor)

05. Lu Medeiros e Carlos Sandroni: Secretária Eletrônica
Olivia Byington (canto), Maria Teresa Madeira (piano), e Edgard Duvivier (clarineta)

06. Ronaldo Miranda e Vinicius de Moraes: Soneto da Separação
Olivia Byington (canto) e Maria Teresa Madeira (piano)

07. Geraldo Carneiro e Egberto Gismonti: Caravela
Olivia Byington (canto) e Egberto Gisomnti (piano/teclados)

08. Edgard Duvivier: Rubáyát I II III
Olivia Byington (canto), Maria Teresa Madeira (piano) e Edgard Duvivier (sax tenor/teclados)

09. Cartola: O mundo é um Moinho / Acontece
Olivia Byington (canto) e Edgard Duvivier (sax tenor)

10. Villa-Lobos e Dora Vasconcellos: Melodia Sentimental
Olivia Byington (canto) e Maria Teresa Madeira (piano)




Koellreuter 70
Funarte MMB 86.046
(relançado em CD como Vol.47 da coleção Acervo Funarte, Atração ATR32060)
1986 (gravado entre 9 e 10 de outubro de 1985)

Obras em homenagem aos 70 anos de Koellreuter

01. Hans Joachim Koellreuter: Constelações (para voz, sete instrumentos solsitas e fita magnética)
Margarita Schak (meio-soprano), Grupo Juntos Música Nova: Fernando Brandão (flauta), Paulo Sérgio Santos (clarineta), Guilherme Hermolin (sax alto), Roberto Victorio (violoncelo), Paulo Lacerda (trombone), Marcelo Lobato (percussão) e Tato Taborda (piano)

02. Willy Corrêa de Oliveira: Cantata de Aniversário
Margarita Schak (soprano) e Paulo Sérgio Santos (clarinete)

03. Jorge Peixinho: Greetings für Koellreuter
Margarita Schak (meio-soprano), Grupo Juntos Música Nova: Fernando Brandão (flauta), Aloísio Fagerlande (fagote), David Chew (violoncelo), Marcelo Lobato (percussão) e Tato Taborda (regente)

04. Cláudio Santoro: A Briga Dialética dos Estilos
Fernando Brandão (flauta), Frederick Stephany (viola) e Maria de Jesus Fábregas Haro (violão)

05. Ricardo Tacuchian: Lúdica II
Sergio Bugalho (violão)

06. Rodolfo Coelho de Souza: Bagatelle für Hans Joachim
Beatriz Roman (piano)

07. Gilberto Mendes: O meu Amigo Koellreuter
Carol McDavit (soprano), Maria Teresa Madeira (piano) e Tato Taborda (marimba)





II Concurso Nacional Jovens Intérpretes da Música Brasileira Vol.2
Funarte MMB 86.049
1984 (gravado ao vivo na Sala Cecília Meireles durante as semifinais e finais em maio de 1984)

Lado A
01. Ernst Mahle: Sonatina para Trompa e Piano
Daniel Misuk Barbosa (trompa) e Maria Teresa Madeira (piano)

02. Guerra Vicente: Valsa Seresteira e Choro (das 3 Cenas Cariocas)
Tania Regina Lisboa de Almeida (violoncelo) e Marina Camargo (piano)

03. Ricardo Tacuchian: Subúrbio Carioca
Nailson de Almeida Simões (trompete) e Eliane Kardosos (piano)

04. Marlos Nobre: Desafio No.4
Valéria Guimarães (contrabaixo) e Weber Ribero Drummond (piano)

Lado B
01. José Ursicino da Silva: Giselle (valsa)
Radegundis Feitosa Nunes (trombone) e Maria Teresa Madeira (piano)

02. Guerra-Peixe: Três Peças para Viola e Piano
Jairo Diniz Silva (viola) e Marzia Miglietta (piano)

03. Osvaldo Lacerda: Andante
Roney Carlos Vivan Stella (trombone) e Maria Teresa Madeira (piano)

04. Guerra-Peixe: Concertino para violino e Orquestra de Câmara (2º e 3º movimentos- redução para violino e piano)
Mayra Moraes de Oliveira Lima (violino) e Rosana Civile (piano)




Coletâneas

Choro- Do Quintal ao Municipal (coletânea)
Kuarup KCD 107
1999

Coletânea montada por Henrique Cazes

01. Nelson Alves: Mistura e Manda
Paulo Moura (clarineta), Zé da Velha (trombone), Raphael Rabello (violão 7 cordas), Maurício Carrilho (violão), Jonas e Carlinhos do Cavaco (cavaquinhos), Jorginho (pandeiro), Neoci de Bonsucesso e Jovi (percussão)

02. Albertino Pimentel: Coralina
Joel Nascimento (bandolim), Raphael Rabello (violão 7 cordas), Maurício Carrilho (violão), Mitsuru (cavaquinho), Beto Cazes (percussão). Arranjo de Luiz Otávio Braga

03. Santos Bocot: Os Bombeiros do Recife
Andréa Ernest Dias (flautim), Oscar Bolão (pecussão), e músicos não-identificados.

04. Anacleto de Medeiros: Yara
Henrique Cazes (cavaquinho), Alexandre de la Peña e Jaime Ernest Dias (vilões), Omar Cavalheiro (violão baixo) e Beto Cães (pecussão)

05. Radamés Gnattali: Suíte Retratos: Anacleto de Medeiros
Chiquinho do Acordeom, Raphel Rabello (violão 7 cordas) e Dininho (violão baixo)

06. Ernesto Nazareth: Zizinha (do CD “Sempre Nazareth”, Kuarup KCD095)
Maria Teresa Madeira (piano)


07. Ernesto Nazareth: Batuque
Joel Nascimento (bandolim), Paulo Sérgio Santos (clarineta), Henrique Cazes (cavaquinho), João Lyra (violão), Maurício Carrilho (violão), Luiz Octávio Braga (violão 7 cordas) e Beto Cazes (percussão). Arranjo de Maurício Carrilho

08. Candido Pereira da Silva: Soluçando
Joel Nascimento (bandolim), Henrique Cazes (cavaquinho), João Lyra (violão), Maurício Carrilho (violão), Luiz Octávio Braga (violão 7 cordas) e Beto Cazes (percussão)

09. Pixinguinha: Descendo a Serra
Orquestra Pixinguinha

10. Pixinguinha: Segura Ele
Copinha (flauta) e Época de Ouro

11. Luiz Americano: É do que Há
Joel Nascimento (bandolim), Raphael Rabello (violão 7 cordas), Maurício Carrilho (violão), Mitsuru (cavaquinho) e Beto Cazes (percussão). Arranjo de Luiz Octávio Braga

12. Villa-Lobos: Bachianas Brasileiras No.5- Ária/Cantilena
Paulo Sérgio Santos (sax soprano), João Carlos Assis Brasil (piano), Henrique Cazes (cavaquinho), João Lyra (violão), Maurício Carrilho (violão) e Luiz Octávio Braga (violão 7 cordas). Arranjo de Radamés Gnattali

13. Waldyr Azevedo: Luz e Sombra
Henrique Cazes (cavaquinho), Jayme Vignoli (violão tenor), Alexandre de la Pena (violão), Omar Cavalheiro (contrabaixo) e Beto Cazes (percussão). Arranjo de Henrique Cazes

14. Jacob do Bandolim: Simplicidade
Déo Rian (bandolim) e Orquestra de Cordas Brasileiras. Arranjo de Henrique Cazes

15. Severino Araújo: Chorinho em Aldeia
Henrique Cazes (cavaquinho), Marcilio Lopes (violão tenor), Jaime Ernest Dias (violão), Omar Cavalheiro (violão baixo) e Beto Cazes (percussão)

16. Radamés Gnattali: Remexendo
Orquestra de Cordas Brasileiras. Arranjo de Henrique Cazes

17. Luiz Octávio Braga: Valsa para Radamés
Luiz Octávio Braga (violão), Henrique Cazes (cavaquinho e viola caipira), Joel Nascimento (bandolim), Chiquinho do Acordeom, Zeca Assumpção (contrabaixo). Arranjo de Luiz Octávio Braga

18. Pixinguinha: 1 x 0
Radamés Gnattali (2 pianos), Altamiro Carrilho (flauta), Chiquinho do Acordeom, Joel Nascimento (bandolim), Paulinho da Viola (cavaquinho), Paulo Moura e Paulo Sérgio Santos (clarinetas),Zé da Velha (trombone), Henrique Cazes (cavaquinho), Maurício Carrilho, João Pedro Borges e César Faria (violões), Luiz Octávio Braga (violão 7 cordas) e Beto Cazes (percussão)



Le Choro Contemporain 1978 – 1999 (coletânea)
Frémeaux & Associés


01. Pixinguinha: Naquele Tempo
Paulo Sergio Santos (clarineta) e Rafael Rabello (violão 7 cordas)

02. Abel Ferreira: Chorando Baixinho
Abel Ferreira (clarineta)

03. Alvorada
Joel Nascimento (bandolim)

04. Pixinguinha: Devagar e Sempre
Henrique Cazes (cavaquinho) e Regional

05. Pixinguinha: Ainda me Recordo
Chiquinho do Acordeom

06. Chorinho pra Você
Paulo Moura

07. Doutor Menna
Rossini Ferreira

08. Cuidado com ele
Isaías e seus Chorões

09. Jacob do Bandolim: O Vôo da Mosca
Paulo Sérgio Santos

10. Severino Araújo: Espinha de Bacalhau
Paulo Moura

11. K-Ximbinho: Ternura
Paulo Moura

12. Inesquecível
Joel Nascimento (bandolim) e Paulinho da Viola (cavaquinho)

13. Garoto: Choro Triste N° 2
Isaías e seus Chorões

14. Ernesto Nazareth: Fidalga
Pedro Amorim (bandolim)

15. Hermeto Paschoal: Chorinho Pra Ele
Paulo Moura

16. Pixinguinha: Carinhoso
Chiquinho do Acordeom e Altamiro Carrilho (flauta)

17. Radamés Gnattali: Suíte Retratos: Pixinguinha
Chiquinho do Acordeom e Raphael Rabello (violo 7 cordas)

18. Ernesto Nazareth: Confidências (do CD “Sempre Nazareth”, Kuarup KCD095)
Maria Teresa Madeira (piano) e Pedro Amorim (bandolim)


19. Wagner Tiso: Choro de Mãe
Arthur Moreira Lima (piano)

20. Paulinho da Viola: Sarau Para Radamés
Paulinho Da Viola (cavaquinho)

21. Choro
Joel Nascimento (bandolim) e Sexteto Brasileiro

22. Musicos e Poetas
Isaías e seus Chorões

23. Jacob do Bandolim: Doce de Coco
Zé da Velha (trombone)

24. Pixinguinha: Lamentos
Paulo Sergio Santos (clarineta) e Marco Perreira (violão)

25. Anacleto de Medeiros: Iara
Joel do Bandolim (bandolim)

26. Radamés Gnattali: Suíte Retratos: Anacleto de Medeiros
Chiquinho do Acordeom e Rafael Rabello (violão 7 cordas)

27. Ernesto Nazareth: Batuque
Joel Nascimento e Sexteto Brasileiro

28. Pixinguinha: Os Oito batutas
Henrique Cazes (cavaquinho) e regional

29. Jacob do Bandolim: Noites Cariocas
roda de choro

30. Sai da frente
Abel Ferreira

Colaboradores:
Adalberto Carvalho Pinto
André Alberto Santos
Edinha Diniz
Luiz Wagner Pereira Biscainho
Maria Teresa Madeira
Vinícius Neves

Um abração a todos!
Alexandre Dias
ICQ 7670562

01 outubro 2003

Nelson Freire- Raridades raras


Salve Pessoal!!!
Nossa, 10 meses sem atualizar o blog! Aproveito para atualizar hoje (01/10) porque a última vez que atualizei foi no dia (10/01). Talvez algumas pessoas não percebam! heheheh Peço desculpas pela enorme ausência, e, para me redimir, listo abaixo o complemento para a discografia do grande pianista-que-não-é-deste-planeta Nelson Freire. Na verdade, "discografia", no caso, é uma catacrese, porque não vou listar gravações lançadas em disco, mas sim gravaões não-comerciais, valiosíssimas, presentes nas mãos de alguns poucos colecionadores no mundo e que pouca gente sabe que existem. Talvez o próprio Nelson não saiba que existam tantas "bootlegs" dele por aí. Eu só consegui chegar a essa quantidade de gravações porque contei com a colaboração de muitos amigos, e de outros colecionadores mundo a fora que concordaram em fazer grandes trocas comigo. Muito bem, vamos a elas, em ordem cronológica, com alguns comentários. NG significa que a composição nunca foi gravada comercialmente pelo Sr. Freire.

21/09/1966 Sala Cecília Meireles- Rio de Janeiro, Brazil
Grieg- Piano Concerto
Liszt- Piano Concerto No.1
Orquestra Sinfônica da Rádio MEC, Alceo Bocchino
O Grieg foi gravado um ano depois, e o Liszt somente em 1994!

1967, Munich, Germany
Rachmaninov- Piano concerto no. 4
Bavarian RSO, Gwin Morris
NG

05/09/1967 Teatro Municipal do Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Manuel de Falla- Nights in the Gardens of Spain
Orquestra Sinfônica Nacional, Juan Martins
NG

01/03/1968 Kiel, Germany
Chopin- Piano Concerto No.1
Symphony Orchestra of the NDR, Heinz Wallberg
NG

12/10/1975 in the Concertgebouw, Amsterdam
Franck - Prélude, Choral et Fugue
Liszt - Hungarian Rhapsody No.12 in C sharp minor
Dutch Radio broadcast March 17 1976
NG

1979, Amsterdam, Netherlanden
Rachmaninoff- Piano Conceto No.3
Rotterdam Philarmonic Orchestra, David Zinman
NG. No terceiro movimento ele parece a Martha Argerich

06/04/1979 Berlin, Germany
Gottschalk- Grande fantaisie triomphale sur l´hymne nationale brésilien op. 69
NG. Uma das gravações mais impressionantes dessa peça

03/02/1980, Concertgebouw, Holanda
Chopin- Fantasia
Sonata No.3
12 Estudos
Op.25 No.1
Op.10 No.4
Op.10 No.3 NG
Op.25 No.5
Op.10 No.12 NG
Op.25 No.2
Op.25 No.3
Op.10 No.9 NG
Op.25 No.9
Op.10 No.5
Op.10 No.6 NG
Op.25 No.12
Encore: Chopin- Ecossaises Op.72
Encore: Chopin- Noturno Op.15 No.2

1980 Concertgebouw, Holanda
Chopin- Fantasia
12 Estudos
Op.25 No.1
Op.10 No.4
Op.10 No.3 NG
Op.25 No.5
Op.10 No.12 NG
Op.25 No.2
Op.25 No.3
Op.10 No.9 NG
Op.25 No.9
Op.10 No.5
Op.10 No.6 NG
Op.25 No.12
Schumann- Papillons
Ravel- Gaspard de la Nuit NG


1982 Maryland, EUA
Mendelsohn- Variaçoes Sérias op. 54
NG

1983 Video "Music Only..." Sceux Castle, France
With Martha Argerich

Ravel- La Valse
Não tenho certeza se este vídeo chegou a ser vendido

3/3/1985 Concertgebouw, Amsterdam, Holanda
Chopin- 24 Preludes Op.28
Mozart- Sonata KV 332 in F
Debussy - Images I - 1. Reflets dans l'eau
Debussy - Images II - 3. Poissons d'or (incompleto)
Stravinsky - Petrouchka (completa) NG
Encore: Rachmaninov - Prelude op 32 no 12 in g#
Encore: Villa-Lobos - O Polichinelo from 'Prole do Bebê no 1'


1987 Chicago
Rachmaninoff- Piano Concerto No.3
Chicago SO, G. Rosdesventsky
NG

17/07/1988 Maryland, EUA
Schumann- Arabeske
Schumann- Fantasia Op.17
Debussy- ?
Debussy- Reflets dans l'eau
Debussy- Possons d'Or
Liszt- Estudo Transcendental No.11 NG
Liszt- Rapsódia Húngara No.10
Rachmaninoff- Prelúdio Op.32 No.12
Albéniz-Godowsky- Tango


08/10/1989 São Paulo, Brazil
Rachmaninoff- Rapsódia sobre um tema de Paganini

Início da década de 90/ Early 90's
Bach-Siloti- Prelúdio em Sol menor para órgão
Beethoven- Sonata No.14 "Ao Luar"NG
Schumann- Carnaval Op.9
Chopin- Barcarolla NG
Chopin- Sonata No.3
Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice NG


08/12/1999 Mainz, Germany
Brahms- 2 Rhapsodies Op.79
Schumann- Fantasie Op.17
Chopin- Scherzo No.4


22/07/2000 La Roque d'Anthéron
with Martha Argerich
Prokofiev- Symphony no. 1, transcribed for 2 pianos NG
Schubert- Grand Rondo NG
Ravel- La Valse
Encore: Ravel- Laideronette (from "Ma mère l´oye")
Encore: Guastavino- Bailecito NG
Encore: Rachmaninov- Valse NG
O Bailecito do Guastavino é a peça que a Argerich e o Freire tocam lendo à primeira vista no Filme sobre ele

02/08/2000 La Roque d´Anthéron- Paris, France
Schumann- Fantasie op. 17
Chopin- Barcarolle op. 60 NG
Nocturne op. 62/1
Scherzo op. 54
Three Mazurkas op. 59 NG
Polonaise op. 53
Encore: Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice NG
Encore: Villa-Lobos: Polichinelle

08/2000 La Roque d´Anthéron- Paris, France
wth Martha Argerich
Brahms- Haydn variations
Prokofiev- Symphony no. 1, transcribed for 2 pianos NG
Schubert- Grand Rondo NG
Ravel- La Valse
Encore: Ravel- Laideronette (from "Ma mère l´oye")
Encore: Guastavino- Bailecito NG
Encore: Rachmaninov- Valse NG

26/11/2000 Teatro Municipal do Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Mozart- Piano Concerto No.9 NG
Rachmaninoff- Piano Concerto No.2 NG
Orquestra Sinfônica Petrobrás Pró Música, Roberto Tibiriçá


26/03/2001 Toulouse, France
With Martha Argerich
Schumann- Andante + variations for 2 pianos op. 46 NG
Rachmaninov- Suite No.2 Op.17
Brahms- Haydn Variations Op.56b
Schubert- Rondo for piano 4 hands D.951 NG
Ravel- La valse
Encore: Ravel- Laideronette (from "Ma mère l´oye")
Encore: Tchaikovsky- Dance of the sugar fairy (from "The nutcracker") NG


08/08/2001 La Roque d´Anthéron- Paris, France
With Martha Argerich
Mozart- Sonata for piano 4 hands K. 381 NG
Rachmaninov- Symphonic Dances op. 45 NG
Bartok- Sonata for 2 pianos and percussion
Encore: Rachmaninov- Valse (from Suite No.2 Op.17)
Encore: Ravel- Laideronette (from "Ma mère l´oye")


25/11/2001 Teatro Municipal do Rio de Janeiro, RJ, Brazil
Chopin- Piano Concerto No.2
Orquestra Sinfônica Petrobrás Pró Música, Roberto Tibiriçá
NG

2002 São Paulo, Brazil
Beethoven- Piano Concerto No.4
NG


31/01/2002 Paris, France
Chopin- Piano Concerto No.2
Orchestre national de France, Shao-Chia Lü
NG

27/05/2002 Paris, France
Mozart- Sonata KV 331 (incomplete)
Chopin- Piano sonata No.3
Debussy- 2 Arabeskes NG
Debussy- D'un cahier d'esquisses NG
Debussy- Poissons d'Or
Schumann- Carnaval
Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice NG

08/12/2002 Bordeaux, France
Schumann- Arabeske
Schumann- Kinderszenen
Schumann- Papillons
Schumann- Carnaval
Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice NG
Villa-Lobos- Moreninha
Villa-Lobos- O Ginete do Pierrozinho NG
Mompou- F. Mompou - Jeunes-Filles au Jardin NG
As quatro peças do Schumman serão lançadas em breve.

19/01/2003 Concertgebouw, Holanda
Brahms- Piano Concerto No.2
Royal Concertgebouw orchestra, Ricardo Chailly
NG. Esta ele definitivamente deveria gravar. Uma das gravações mais espetaculares que existem.

03/2003 Teatro Municipal do Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Schumann- Piano Concerto
Encore: Schumann- Phantasiestücke- Warum? NG
Orquestra Sinfõnica do Teatro Nacional, Scharowsky
Agradeço à minha amiga Luiza por essa gravação :O)

10/06/2003 Sala São Paulo
Chopin- Piano Concerto No.2 NG
Encore: Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice
Orquestra Sinfônica de Milão Giuseppe Verdi, Ricardo Chailly
Agradeço ao Adriano por essa gravação!

11/06/2003 Sala São Paulo
Beethoven- Piano Concerto No.4 NG
Encore: Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice NG
Orquestra Sinfônica de Milão Giuseppe Verdi, Ricardo Chailly
Idem

2003 CD não comercial do filme "Nelson Freire" (non-commercial CD from the film "Nelson Freire")
Gluck-Sgambatti- Melodia de Orfeu e Euridice (Sala Filarmônica de São Petesburgo, Rússia, 19/10/2000) NG
Bach-Hess- Jesus Alegria dos Homens (Sala SÃO pAULO, sÃO pAULO, 08/08/2000) NG
Chopin- Scherzo Op.54 No.4 (Festival de La Roque D'Anthéron, França, 02/08/2000)
Muitíssimo obrigado Luiz!!

******************************
Data desconhecida/unknown year

Brahms- Intermezzo Op.118 No.2

De Falla- Nights in the gardens of Spain
RSO Berlin, Luis Herrera de la Fuente
NG

Probably Munich, Belgium
Liszt: Piano concerto no. 2
Bavarian RSO, Eleazar de Carvalho

Strauss- Burleske for piano and orchestra
SWR Symphony Orchestra, Zoltan Pesko
NG

Saint-Saëns- Piano concerto No.2
WDR-RSO Köln, Jan Krenz
NG

Schumann: Piano sonata No.1
NG. Queremos a No.2 agora :O)

Raff: Etude Op.157 No.2 "La fileuse"
NG

Tchaikowsky- Piano Concerto No.1
Bamberger Sinfoniker, Eliahu Incal

Villa-Lobos- Piano Concerto No.1
Radio Philharmonic Orchestra, Odon Alonso
NG

Villa-Lobos- Piano Concerto No.1
Radio Philharmonic Orchestra, K. Montgomery
NG

Villa-Lobos- Momoprecoce
Berlin Radio Symphony Orchestra, Jiri Belohlavek
NG


Como vocês podem ver, o Nelson Freire tem muitas cartas na manga, e apenas uma porcentagem mínima de seu repertório já chegou às lojas algum dia.
Ele com certeza sabe muitas outras peças e concertos qeu não estão listados aqui, como a valsa Mephisto e dança dos Gnomos de Liszt, Estudo Op.10 do Chopin, Chacona do Bach transcrita por Busoni, e a lista continua. Aparentemente o bis de que ele mais gosta é a melodia para flauta do Gluck transcrito pelo Sgambatti (certamente por influência da Guiomar Novaes). Há também vídeos, onde ele toca Fantasia do Schumann, Balada No.3, Berceuse e Scherzo No.4 do Chopin, peças de Liszt, Concerto No.2 do Brahms e outros que estão arquivados em acervos antigos de transmissoras de TV e que talvez nunca vejam a luz do dia novamente.
Se alguém tiver alguma gravação que não estiver listada acima, por favor escreva-me!
Alexandre Dias

Um abraço para todos,
Alexandre Dias- Brasília

10 janeiro 2003

Altamiro Carrilho- discos, discos e mais discos



Salve Pessoal!
Desta vez o nosso alvo é Altamirro Carrilho. Há tempos que aprecio o trabalho e as gravações deste músico (intérprete, arranjador, compositor, regente de banda e acompanhador), principalmente naquelas em que ele dá o melhor de si, criando registros sonoros únicos, destes que não podem ser pareados com nenhum outro. Não me lembro de qual o foi o primeiro disco do Altamiro que ouvi, mas dois me cativarm desde cedo: o Clássicos em Choro Vol.2 (depois descobri que o Vol.1 era melhor ainda), e o Rio Antigo com gravações "alla" antiga, de sua bandinha, onde ele participava com o flautim. Pois bem, depois disso fui adquirindo os discos que estavam à venda, como o mais recente "Simplesmente Música" (2001), "Brasil Musical- Série Música Viva" (1996, o disco é divido com Arthur Moreira Lima), "Encontro de Solistas" (1996, excelente disco com o gaitista Maurício Eihorn, o pianista Gilson Peranzzetta e o violonista Sebastião Tapajós) e o também recente "Café Brasil" (2001), onde o Altamiro mostra que aos 76 anos, poe dar um banho em qualquer flautista, tocando o 1 x 0 do Pixinguinha, e o Primeiro Amor do Pattápio Silva com a grã-mestra Maria Teresa Madeir ao piano.
Em sebos, pude encontrar outros exemplares que não foram relançados em CD (como acontece com a maioria dos LPs), e fui me entusiasmando com a idéia de juntar a discografia integral do Sr. Carrilho. Então, há menos de uma semana, resolvi começar essa pesquisa, juntamente com meu amigo Adalberto, daqui de Brasília também (grande colecionador), e etapa por etapa, a pesquisa tem tomado proporções que eu não imaginava.
A primeira etapa foi a de fazer uma lista pocurando abranger TODOS os discos em que o Altamiro já tocou. Acreditem, até agora já conseguimos listar 197, incluindo participações e discos 78-RPM. Foi possível chegar a esse número pesquisando nos sites:
- Clique Music
- Site Oficial do Altamiro Carrilho
- Base de Dados da Fundação Joaquim Nabuco (excelente mecanismo de busca por discos 78-RPM)
- Uma Discografia Brasileira (crucial para encontrar os discos de outros artistas, onde o Altamiro participa em apenas alguams faixas).

E nas listas de discussão:
- O Malho (criada por mim, dedicada ao choro à música brasileira do inínio do século XX e final do XIX)
- MusicaBrasil
- LPV- Loucos por Vinil (estas duas últimas criadas pelo colega Adalberto, sobre boa música brasileira, e discos/gravações/etc, respectivamente)

Com o alicerce da pesquisa já bastante firme, era hora de partir pra segunda etapa, que consiste em conseguir as gravações em si, sejam originais, ou cópias. Esta é a parte mais trabalhosa, demorada, difícil, cara, e, por que não, prazerosa. Paralelamente, estamos trabalhando pra descobrir o ano de 38 discos sobre os quais não conseguimos mais informações, e o número de série/gravadora de todos eles. A pesquisa tem anexada uma lista de colaboradores, e quem puder contribuir com qualquer informação, ou gravação que não tenhamos, será mencionado. Não é preciso mencionar que nós estamos dispostos a fazer trocas.

Segue a lista abaixo, que ainda está no começo da pesquisa, para tentar reunir a discografia integral do Altamiro Carrilho!
(reparem que, de 1949, até hoje, ele só não gravou, teoricamente, nos anos de 1954, 1966, 1969, 1973, 1981, 1986, 1987, 1988, 1994, e 1998. São 10 anos, dentro 50 de gravação.

Legendas
* Discos que já possuímos, ou que já temos como conseguir
P= Discos onde o Altamiro atua como acompanhador

197 discos, ibncluindo 78-RPMss

Altamiro integrou o Regional de Canhoto de maio de 1951 até 1957

P 1943 78-RPM de Moreira da Silva
1949 78-RPM Altamiro Carrilho, Ari Duarte- Flauteando na chacrinha (Altamiro Carrilho e seu Regional)
* 1949 78-RPM Ernesto Nazareth- Brejeiro (com João Donato)
1949 78-RPM Altamiro Carrilho- Atraente (Altamiro Carrilho e seu Regional)
1950 78-RPM Altamiro Carrilho- Zig-Zag (Altamiro Carrilho e Eugênio Martins)
1950 78-RPM Altamiro Carrilho- Inimigo da Onça (Altamiro Carrilho e seu Regional)
1951 78-RPM Altamiro Carrilho- Gracioso (Canhoto e Seu Regional)
1951 78-RPM Altamiro Carrilho, Ari Duarte- Canarinho Teimoso (Canhoto e seu Regional)
1951 78-RPM Altamiro Carrilho- Rouxinol no Melado (Canhoto e Seu Regional)
P 1952 78-RPM Altamiro Carrilho, Ari Duarte- Baião na Síria (Orlando Silva) Provavelmente acompanha
P 1952 78-RPM Altamiro Carrilho, J.Freire- Doença do Amor (Ângela Maria) Provavelmente acompanha
1952 78-RPM Altamiro Carrilho- Esquerdinho na Gafieira (Altamiro Carrilho)
1952 78-RPM Altamiro Carrilho- Direitinho (Altamiro Carrilho)
1952 78-RPM Altamiro Carrilho, Ari Duarte- Fogo na Roupa (Canhoto e seu Regional)
1953 78-RPM Altamiro Carrilho- Enigmático (Canhoto e Seu Regional)
1953 78-RPM Altamiro Carrilho, Jaime Florence- Viagem à Lua (Canhoto e seu Regional)
1953 78-RPM Altamiro Carrilho- Saliente (Altamiro Carrilho)
1953 78-RPM Altamiro Carrilho- 18 x 24 (Altamiro Carrilho)
1955 78-RPM Horondino Silva, Altamiro Carrilho- Ivone (Canhoto e seu Regional)
1955 78-RPM Altamiro Carrilho- 28 de Setembro (Canhoto e Seu Regional)
1955 78-RPM Altamiro Carrilho- Samba de Morro (Altamiro Carrilho)
1955 78-RPM Altamiro Carrilho- Verde e Amarelo (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1955 78-RPM Altamiro Carrilho- Azul e Branco (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1955 78-RPM Assis Valente- Boas Festas (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1955 78-RPM F. Gruber- Noite Silenciosa (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
* 1955 Jacob do Bandolim - CD 2 (participação na faixa "Mimosa")
* 1956 Rio Antigo
* 1956 Natal
* 1957 Revivendo Patápio
1957 78-RPM Dorival Cayymi- Maracangalha (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1957 78-RPM Dorival Cayymi- Saudades da Bahia (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1958 Ride Palhaço - As Músicas de Lamartine Babo- Arrelia e Banda de Altamiro Carrilho
* (ano?) Recordar É Viver No.1
* P 1959 Uma Gaita para Milhões (Edu da Gaita) (faixa: As Coisas qeu eu Não te Disse - com assovio de Altmiro)
* 1960 A Bordo do Vera Cruz
1960 Era Só o que Flautava
* 1961 Desfile de Sucessos
1961 O Melhor para Dançar- Flauta e Órgão- Altamiro Carrilho e Aloysio Figueiredo
1961 78-RPM Lamartine Babo- Hino do Américo (Altamiro Carrilho, sua Bandinha e Coro)
1962 Recordar é viver No.2
1962 78-RPM Humberto Teixeira, Luiz Gonzaga- Asa Branca (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1962 78-RPM Edgard Ferreira- Forró em Limoeiro (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
1962 78-RPM Philip Egner, Vicente Leporce- Brasil Campeão (Altamiro Carrilho, Sua Bndinha e coro)
1962 78-RPM Sebastião Rodrigues- É o Maior (Altamiro Carrilho, Sua Bndinha e coro)
* 1963 BOSSA NOVA IN RIO
1963 78-RPM Pernambuco, Marino Pinto- Morreu num Adeus (Altamiro Carrilho)
1963 78-RPM Oscar Castro Neves, Luverci Fiorini- Menina Feia (Altamiro Carrilho)
* 1964 Choros Imortais Vol.1
1964 Recordar é viver No.3
* 1965 Choros imortais Vol. 2
* P 1967 Antonio Maria (Trilha Sonora da Novela da TV Tupi)
* 1968 Eterno Natal (com vários artistas da Copacabana) (Copacabana/SOM)
* P 1970 História da Música Popular Brasileira - Noel Rosa
* P 1970 História da Música Popular Brasileira - Ary Barroso
* P 1971 História da Música Popular Brasileira - Sinhô
* P 1971 História da Música Popular Brasileira - Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga
* P 1971 História da Música Popular Brasileira - Catulo da Paixão Cearense e Cândido das Neves (Índio)
* P 1971 História da Música Popular Brasileira - Geraldo Pereira
* 1971 Som Pixinguinha
* 1971 Chorinhos da Pesada
* P 1972 História da Música Popular Brasileira - Donga e os Primitivos
* 1972 A Furiosa Ataca o Sucesso (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
* P 1974 Nelson Cavaquinho- Depoimento do Poeta- Mestres da MPB
* 1974 A Música de Donga (Marcus Pereira)
* 1975 100 anos de Música Popular Brasileira Vol.1 (Altamiro Carrilho e Paulo Tapajós)
* 1975 100 anos de Música Popular Brasileira Vol.2
* 1975/1976 100 anos de Música Popular Brasileira Vol.3
* 1975/1976 100 anos de Música Popular Brasileira Vol.4
* P 1975 Pandeiro e Viola (Beth Carvalho)
* 1975 Pixinguinha, De Novo- Altamiro Carrilho e Carlos Poyares
* P 1975 10 anos depois (MPB 4)
* P 1975 Jóia (Caetano Veloso)
* 1975 Antologia do Chorinho
* P 1975 Refazenda (Gilberto Gil)
P 1976 Pequenino (Ederaldo Gentil)
* 1976 Chorada, Chorões, Chorinhos
* 1976 Antologia da Canção Junina
* P 1976 Mundo Melhor (Beth Carvalho)
* P 1976 Meus Caros Amigos (Chico Buarque)
* P 1976 Cartola
* P 1976 Confusão Urbana, Suburbana e Rural (Paulo Moura)
* P 1976 A Voz e o Violão (Djavan)
* P 1977 Passaredo (Francis Hime)
* 1977 A Flauta de Prata e o Bandolim de Ouro- Altamiro Carrilho e Niquinho (Carinhosamente)
* 1977 Altamiro Carrilho Abel Ferria, Formiga e Paulo Moura Interpretam Weber, Purcell e Villa-Lobos com OSB sob regência de Júlio Medaglia
* 1977 Antologia do Chorinho Vol.2
* 1977 Antologia da Flauta
1977 Todo o Choro
* P 1977 Tiro de Misericórdia (João Bosco)
* P 1977 Verde que te Quero Rosa (Cartola)
* 1978 Altamiro Carrilho
* P 1978 Wagner Tiso
* P 1978 Respire Fundo (Walter Franco)
* P 1978 Os Ingênuos
* P 1979 Elis, Essa Mulher (Elis Regina)
* 1979 Clássicos em Choro Vol.1
* 1980 Clássicos em Choro Vol.2
* P 1982 Chico Buarque en Español
* P 1982 História da Música Popular Brasileira - Grandes Compositores- Chico Buarque
* 1983 Patápio Silva- Altamiro Carrilho, Luiz Eça, Galo Preto e Banda do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro
* P 1983 Meu Samba Encabulado (Nara Leão)
* P 1984 Chico Buarque
P 1984 Pelas Terras do Pau-Brasil (João Nogueira)
* P 1985 Clareando (Francis Hime)
* P 1985 Velhos Sambas, Velhod Bambas (FENABB)
P 1989 Pranto de Poeta (Cartola)
* 1990 50 anos de chorinho
* 1990 Noites Cariocas
* P 1991 Pintando o Sete (Luiz Melodia)
* 1991 Intérprete (Beth Carvalho)
* 1992 Seleção de Ouro
* P 1992 Dorival Caymmi Interpretado Por: (MoviePlay ABW-80990) (faixa: Maracangalha)
* P 1993 Carinhoso- As Mais Belas Canções Românticas Brasileiras (Jair Rodrigues)
* 1993 Bem Brasil
* 1993 Instrumental no CCBB- Altamiro Carrilho e Ulisses Rocha
* P 1993 Songbook- Dorival Caymmi- Vol. 2
* P 1995 Chorinho in Concert (Zé Menezes)
* P 1996 Estados (Moraes Moreira)
* 1996 Flauta Maravilhosa
* 1996 Brasil Musical- Série Música Viva- Altamiro Carilho- Arthur Moreira Lima
* 1996 Chorinhos didáticos para flauta
* 1996 Encontro de Solistas Altamiro Carrilho, Gilson Peranzzetta, Sebastião Tapajós
* 1997 Pixinguinha 100 Anos (Sarau Promoções culturaus)
* P 1997 Casa de Samba Vol.2 (coletânea)
* P 1999 Álvaro Carrilho
P 1999 Meu Tempo (Glorinha Oliveira)
* P 2000 Ganha-se Pouco, Mas É Divertido (Cristina Buarque)
* P 2000 Maurício Carrilho
* P 2000 Pérolas (Francis Hime)
* 2001 Simplesmente Música
* P 2001 Mulheres do Choro
* P 2001 Nome Sagrado- Beth Carvalho Canta Nelson Cavaquinho
* P 2001 Dois no Choro- Juntos (Paulinho Garcia e Julie Koidin), participação de Maria Teresa Madeira e Altamiro Carrilho
* P 2001 Café Brasil
* P 2001 Choro de Vitória (grupo H2O)
* P 2002 Choro Rasgado (Francis Hime)
* P 2002 Mestre Capiba por Raphael Rabello e Convidados
* 2002 Princípios do Choro
* P 2002 Violão Pernambucano (Henrique Annes)

Descobrir o ano
Juntos (Waldyr Azevedo, Dilermando Reis e Altamiro Carrilho) (Continental)
Brasil Musical (Tom Brasil)
* Altamiro e sua bandinha no Norte
* Série magia - volume nº 5
* Projeto Meio-Dia
Turma da Gafieira
Chorinhos em Desfile
Uma Flauta em Serenata
Enquanto Houver Amor
Altamiro Carrilho para Sempre
O Melhor para Dançar
Altamiro Carrilho e sua Flauta Azul
Altamiro Carrilho e o Conjunto Brasilsonoro Vol.1
Altamiro Carrilho e o Conjunto Brasilsonoro Vol.2
No Mundo Encantado das Flautas
Dois bicudos - Com Irany de Oliveira
A Volta da Bandinha
Altamiro Carrilho e sua Bandinha no Far West
Flautim a Jato
Sinos de Natal
Sayonara Tokyo
Bicudo e Bicudinho NO Carnaval
Chorinhos e Dobrados
Altamiro Carrilho in Concert
Música Viva
* Homenagem ao Rei Momo
* A Bandinha na TV Vol.1 (SOLP. 40156)
* A Bandinha na TV Vol.2
A Flauta Mágica
Millenium
* Desfile de Dobrados
* A Bandinhano Largo da Matriz
* Boleros Vol.1
* Boleros Vol.2
* P Lisa Ono

* P Chico e Noel em Revista (Garganta Profunda)
* P Ademilde Fonseca (1975?)


78-RPM Altamiro Carrilho- Quem é Bom Já Nasce Feito (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Altamiro Carrilho- Urubu Rei (Altamiro Carrilho e Eugênio Martins)
78-RPM Altamiro Carrilho- Dona Flauta no Baião (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Altamiro Carrilho- Travessuras do Sérgio (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Altamiro Carrilho, Ary Duarte- Feliz Aniversário (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Altamiro Carrilho- Sentimental (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho, Fernando Ribero- Trabalhoso (Altamiro Carrilho e Fernando Ribeiro)
78-RPM Sebastião Cirino- Sem Compromisso (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Altamiro Carrilho, Ary Duarte- Francesinha (Altamiro Carrilho e seu Regional)
78-RPM Arr. Altamiro Carrilho- Urubu no Baião (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Beija Flor (Altamiro Carrilho)
78-RPM Helio Latini- Jabuti (Altamiro Carrilho)
78-RPM Chopin, Arr. Altamiro Carrilho- Um Minuto (Altamiro Carrilho)
78-RPM Edmundo Guimarães- Saudade de Pádua (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Altamiro Carrilho- Ziza (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Guaracy (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Maxixe das Flores (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Zequinha Abreu- Aurora (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Pedro Santos- Tanganika (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- O Grande Prêmio (Altamiro Carrilho)
78-RPM Britinho- Aconteceuno Grajaú (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Deixe o Breque pra mim (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Linda Espanha (Altamiro Carrilho)
78-RPM Festas Juninas (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Sinhô- Jura (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Altamiro Carrilho- Frevo do Marinheiro (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Quebradinho (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- Pinguinho de Gente (Altamiro Carrilho e seu Conjunto)
78-RPM Altamiro Carrilho- O Disco Enguiçou (Altamiro Carrilho e seu Conjunto)
78-RPM Jayme Florence, Osmar Safety- Chorinho para Aniversário (Altamiro Carrilho, seu Conjunto e coro)
78-RPM Assis Valente- Com Água na Boca (Altamiro Carrilho, seu Conjunto e coro)
78-RPM José Francisco de Freitas- Dorinha, meu Amor (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Juventino Rosa- Sobre as Ondas (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Marcello Tupinambá- Pinto Pelado (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Antenógenes Silva, Jorge Galati, Raul Torres- Saudades de Matão (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Kenneth J. Alford- Colonel Bogey (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Paulino de Freitas, João Batista- Eu Quero Mais (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Adalto Silva- Rebolado da Vovó (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Rogério Teixeira- Flamengo (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Nacho Garcia- La Raspa (Altamiro Carrilho)
78-RPM Paulo Borges- Cabecinha no Ombro (Altamiro Carrilho)
78-RPM Altamiro Carrilho- O Canto do Sabiá (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Altamiro Carrilho- Malandrinho (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Altamiro Carrilho, Mário Zan- Caipirinha (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Sol-Re- Viva o Comendador Biguá (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Odilon Noronha- A Guarda te Ensinou (Luiz de Carvalho, Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Altamiro Carrilho, Irany de Oliveira- Avante Juventude (Luiz de Carvalho, Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Osvaldo Rosa, Jota Pereira- O Canário e a Tuba (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Chiquinha Gonzaga- Gaúcho (Corta-Jaca) (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Bart Corwin, Havens Wray, Edson Borges- Bat Masterson (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Norman Petty- Wheels (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Jorge Costa, Venâncio- Castiguei (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Sérgio Lisboa- Fogão (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM D. P. Arranjo: Altamiro Carrilho- Pula Sapo (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM L. Brow, W. A. Timm J. Vejvoda- Barril de Chopp (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Lamartine Babo- Hino do Flamengo (Altamiro Carrilho, sua Bandinha e Coro Misto)
78-RPM Carlos Carrilho, Nelson Campos- Flamengo Até Morrer (Altamiro Carrilho, sua Bandinha e Coro Misto)
78-RPM Irani de Oliveira, Roberto Muniz- Enquanto Você Espera (Coro Infantil de Irany de Oliveira, e Bandinha de Altamiro Carrilho)
78-RPM IOdilon Noronha- A Quinta da Boa Vista (Coro Infantil de Irany de Oliveira, e Bandinha de Altamiro Carrilho)
78-RPM Dmitri Tiomkin- Guns of Navarone (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)
78-RPM Paul Anka, Nazareno de Brito- The Longest Day (Altamiro Carrilho e sua Bandinha)

Pesquisadores:
Adalberto Carvalho Pinto
Alexandre Dias

Fontes de pesquisa:

Base de dados de discos 78-RPM (Fundação Joaquim Nabuco):
http://www.fundaj.gov.br/

Uma Discografia Brasileira:
www.itaucultural.com.br

Site oficial de Altamiro Carrilho:
www.altamirocarrilho.hpg.com.br

Cliquemusic:
www.cliquemusic.com.br


Colaboradores:
Américo Esteves Rodrigues
Eric do Bandolim
Daniella Thompson
José Ricardo
Lourival Augusto
Marcelo Froes
Rosana Moraes


Se alguém tiver qualquer um destes discos que não estão marcados com um asterisco, por favor entre em contato conosco.
Um grande abraço a todos,
Alexandre Dias- Brasília
E-mail afsdias@terra.com.br
ICQ: 7670562

22 dezembro 2002

Salve a todos!
Faz tempo que não atualizo o blog eu sei, desculpem-me. Mas agora nesse período de recesso vou poder adiantar algumas coisas que estavam pendentes e poder dar atenção a outras, como esse Blog, que, para minha alegria, é lido regularmente!
Aí vai uma pequena atualização:
Decobri dois discos do Nelson Freire que nunca saíram comercialmente, ou seja, nunca foram vendidos, apenas dados de brinde.
Um deles deixa qualquer fã de piano babando, talvez não pela música, mas pelos intérpetes. Trata-se do Hexameron do Liszt, para 6 pianos e Orquestra. A Orquestra é a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB). Os pianistas? Vejam só:

- Jacques Klein - grande pianista e professor. Há um volume dedicado a ele na série "Grandes Pianistas Brasileiros", da MasterClass. Para quem não conhece nada dele, vale a pena.

- João Carlos Martins - O Glenn Gould brasileiro (heheheh). Gravou a obra integral do Bach para teclado, e possui muitos outros discos. Hoje, devido a uma série de fatos azarentos, ele não possui mais os movimentos da mão direta, e está se dedicando ao repertório composto para a mão esquerda. Ainda não pude ouvir seu CD recente que inclui a Chacona do Bach, mas tenho certeza que ele brilhou.

- Antônio Guedes Barbosa- Talvez o pianista brasileiro mais impressionante depois de Nelson Freire e Guiomar Novaes. Foi aluno de Vladimir Horowitz (o pianista que eu mais admiro no mundo), e infelizmente morreu com pouco mais de 40 anos, devido a um ataque cardíaco. Gravações como a integral das 51 Mazurcas e 19 Valsas de Chopin, e transcrições de Liszt (todas pela Kuarup) deixam registradas a sua perfeição na técnica pianística e pureza do som, além do virtuosismo impresisonante.

- Arthur Moreira Lima - O píanista brasileiro que mais gravou discos (Talvez a única que possa competir com ele nesse aspecto é a Eudóxia de Barros). São 60 discos solo, e mais outras dezenas de partipações em outros discos. O segundo lugar na "Chopin Competition" em 1965 lançou-o numa carreira brilhante que sempre alternou entre estudos transcendentais e batuques Nazarethianos. Por falar nisso, eu ainda gostaria de agradecê-lo pela atenção que ele já dedicou ao Ernesto Nazareth. Foram cerca de 100 gravações de músicas do Rei do Tango Brasileiro (incluindo regravações, como o brejeiro, que ele gravou 3 vezes).

- Paulo Maluf - Não é brincadeira, o Maluf é pianista, e já tocou ao lado de todos esses caras! hahaahah. Isso é que é privilégio... Ele foi aluno do Gilberto Tinetti, mas um amigo me deu a informação de que a versão que ele tocou para o Hexameron era facilitada, só fazia acordes :)

E o sexto pianista era o próprio Nelson.

O disco é de 1975, pela Gravações Elétricas S.A. e, suponho eu, só faz parte da coleção de apenas alguns poucos felizardos... Alguém pode me dar alguma dica de como conseguir essa preciosidade? Pensei em escrever para o Paulo Maluf, mas em qualquer busca que se dê pelo nome dele, só se acha lista de falcatruas, junto com políticos corruptos (se alguém o conhecer, por favor fale que minha família votou nele e que meu e-mail é afsdias@terra.com.br :O)

Outro disco promocional que tinha passado despercebido pela minha busca é o do Nelson tocando o Concerto para piano No.4 do Beethoven, com a OSB. Foi gravado em 1999, e também só foi distribuído de brinde. O maestro foi o Yeruham Scharovsky, que, aliás vai reger este mesmo concerto, com este mesmo solista em março de 2003 no Rio (por que não em Brasília? :). Bem que alguém poderia levar um gravadorzinho pra registrar tudo da platéia. Esse é um nicho bem interessante, há colecionadores que só procuram gravações feitas da platéia, as "bootleg recordings", em inglês. Em setembro, a Cultura FM transmitiu a apresntação do 4º Concerto do Beethoven que o Nelson toou em São Paulo. Como aqui em Brasília a Cultura FM não é captada, eu só puder ouvir e gravar via internet, mas infelizemnte o som fica com qualidade muito baixa.

Essa informações eu consegui no site da Orquestra Sinfônica Brasileira www.osb.com.br , onde pode ser encontrada a discografia completa deles, que já percorreram mais de 40 anos de gravação. Parabéns ao pessoal do site que incluiu esta listagem, isto é algo muito importate, e que devia ser feito por todos os músicos que têm páginana internet.

A outra novidade é que chegaram a minhas mãos mais dois discos da Guiomar que eu não tinha (valeu Vinícius!). São eles :
O. Pinto - Scenes of Childhood
H. Purcell - Hornpipe
I. Philipp - Feux-Follets Op. 24 #3
Vuillement - Musette

e

R. Schumann - Piano Concerto (A Minor) Op. 54 - Pro Musica Orchestra, Vienna. Hans Swarowsky (cond.)

Todos os são 2 pela Vox, e nunca foram relançados em CD. A Guiomar gravou o Concerto do Schumann duas vezes, e as duas são espetaculares. Para quem não gosta das Cenas Infantis do Octávio Pinto (gravada pela Guiomar 3 vezes), encontrará nessa regravação bons motivos para gostar dela.

Bom, por enquanto é só. Encomendei pela Amazon hoje um CD do selo Pearl com o resto das gravações que a Guiomar fez pela
Columbia na década de 30. Quando chegar eu comento aqui.

Grande abraço a todos,
Alexandre Dias- afsdias@terra.com.br


26 outubro 2002

Nelson Freire


Discografia de um dos magos do piano

Salve Pessoal!
Depois que comecei a juntar a discografia completa da Guiomar Novaes (hoje só faltam 1 CD e dois 2 LPs), decidir ir atrás das gravações do Nelson Freire também, que é um fã assumido da Sra. Novaes. Pos bem, no princípio eu achei que seria fácil juntar seus discos porque imaginava que eram poucos, talvez meia dúzia deles resumiriam toda a produção discográfica do Nelson. Eu não poderia estar mais longe da realidade. Os discos são difícies de se conseguir, e diferente do que eu achava, ele gravou cerca de 30 discos, sendo o primeiro deles aos 12 anos, e o mais recente aos 58, com os estudos Op.25 e póstumos do Chopin.

Começaria então uma busca que até agora já durou cerca de 5 meses, e que felizmente tem tido muitos progressos. No início eu possuía os discos em que ele toca Villa Lobos (1973), o recital ao vivo no Teatro Municipal do Rio (1980), e o volume 29 da coleção "Great Pianists of the 20th Century" (1999) com um excelente álbum duplo contendo relançamentos de algumas de suas gravações mais impressionantes. Além disso, havia pego emprestado com um amigo de meus pais os LPs com a integral das Bachianas Brasileiras do Villa Lobos, regidas pelo Isaac Karabtchevsky, e para minha surpresa quem toca a No.3 (em forma de concerto para piano e orquestra), é o próprio Nelson Freire.

Depois descobri um outro aficcionado pelo Sr. Freire que é o meu amigo André Dolabella, da minha idade, e que certamente se tornará um de nossos grandes pianistas (aguardemos a volta dele de seus estudos na Alemanha, para entrar novamente no meio pianístico brasileiro). Com ele consegui cópia de um disco que até hoje não achei em nenhum outro lugar: os 24 prelúdios do Chopin (1970), e através de um amigo que me foi apresentado pelo André, o Daniel, chegou a minhas mãos cópia do CD com os dois concertos do Liszt e a segunda gravação do Totentanz (1994).

Mais tarde comprei da gravadora L'Art um disco por que há muito estava interessado, com um recital inteiramente dedicado ao Chopin gravado na Alemanha (1980). A valsa do minuto presente nesse disco é uma das coisas mais impressionantes qeu eu já vi em matéria de ataque de notas.

Na mesma época consegui cópia do CD duplo "Duo Piano Extravaganza", em que a Argerich toca com o Freire algumas interpretações impressionantes da Suíte No.2 do Rachmaninoff, La Valsa do Ravel, Variações sobre um tema de Paganini de Lutoslawsky (1982), Concerto para dois pianos e percussão do Bartok, Carnaval dos Animais (1985), e Sonata para dois pianos e percussão do Bartok (1993).

Há cerca de 2 meses consegui com uma colega de piano, minha amiga Luiza Salles, um LP raríssimo de 1964, em que o Nelson toca aos 19 anos depois de ter ganhado o concurso internacional Vianna da Mota. Por coincidência quase no mesmo dia minha professora de piano, Elza Gushikem, volta de São Paulo com o primeiro disco que ela comprou na vida: o também primeiro disco do Nelson, tocando com 12 anos (1957)!! Este é provavelmente o mais precioso de toda a coleção, onde nós podemos ouvir uma criança tocando peças de enorme dificuldade como o Estudo Op.10 No.4, a Balada No.4, e o Scherzo No.1 do Chopin.

A partir de então eu estava próximo de alcançar a discografia completa do maior pianista do Brasil, mas não tinha a mínima idéia de como poderia conseguir alguns dos CDs que nunca chegaram aqui no Brasil (praticamente todos foram gravados no exterior), e os LPs que nunca foram relançados em CD. No entanto, mais uma vez a sorte viria de encontro a essa busca.

Um dia recebo uma mensagem via ICQ de uma americano (cujo nome eu vou omitir, pois ele prefere ficar no anonimato), que estava interessado em trocar gravações do Nelson . Ele havia me achado nas páginas brancas do ICQ procurando por pessoas com interesse em trocar discos. Por acaso ele possuía outros 7 discos do Nelson que eu não tinha, e que ficou feliz em me mandar quando eu copiei para ele os dois raros LPs de 1957 e 1964. São eles: Concertos de Tchaikowsky e Grieg (1968), Concerto de Schumman (1968), três discos com obras de Chopin, como os 4 Scherzos, noturnos, e algumas peças soltas (um de 1974 e dois de 1976), o famoso recital no Roy Thomson Hall, Toronto, Canadá, gravado no ano em que eu nasci (1984), e um disco por enquanto de data desconhecida contendo os estudos sinfônicos do Liszt dentre outras peças. Se tudo der certo, em breve conseguirei com a mesma pessoa o recital gravado no Gusmann Cultural Center em Miami (1984).

Outro dia minha professora, a Elza, me liga dizendo que encontrou em sua coleção um outro disco do Nelson Freire, dessa vez tocando a Sonata em si Menor do Liszt! Isso eu pude comentar aqui no Blog há uns poucos textos atrás.

E finalmente, desse momento estou digitalizando dois LPs que a Biblioteca Nacional possui em seu acervo. Só consegui essas cópais em fita K7 graças ao meu amigo Maurício Raposo que fez a enorme gentileza de ir até a divisão de música da BN em sua passagem no Rio. Os discos contém o Concerto No.3 do Prokofiev e o Prelúdio e Fuga No.21 do Bach, gravado pelo garoto de 16 anos (1963), e o Carnaval do Schumann mais 4 improvisos op. 90 do Schubert (1967).

Atualmente faltam 5 discos e para completar a coleção: Les Noces do Stravinsky gravado juntamente com a Argerich (1972), o Concerto No.05 do Beethoven (1981), o Quinteto Op.34 do Brahms e as Variações Sérias do Mendelssohn (ambos de 1982), o recital em Miami (1984), e as gravações avulsas do Noturno op. 15 no. 02. Scherzo no. 01 de Chopin (1974), e Ma Mère l’Oye e Rapsodie Espagnole de Ravel, gravadas com a Argerich (1993). Se alguém tiver alguam dessas, por favor mande-me um e-mail, estou sempre aberto para trocas.

Pra resumir essa salada imensa que eu fiz, segue abaixo a lista da discografia completa do Nelson Freire, publicada na Classic CD brasileira em Novembro 97. Quem a digitou e mandou pra mim foi meu grande amigo André Pédico. (valeu Rach! Com essa lista eu tive uma base perfeita pra busca).

1957 – Chopin – Noturno op. 27/ 01, Balada op. 52, Valsa op. Post, Mazurka op. 33 /02, Scherzo op. 20. Estudo op. 10/ 04
Long Play Radio


1963 – Prokofiev – Concerto n. 03 / Bach – Preludio e fuga 21, volume 01.
Orquestra de São Paulo, regida por Souza Lima
Mercedes Benz

1964 – Bach / Busoni – Ich Ruf zu dir Herr Jesu Christ / Liszt – Murmúrios da Floresta / Debussy – La plus que lente / Rachmnaninov – Preludio op. 32/ 12 / Chopin – Balada op. 52 / Brahms – Rapsodias op. 79, Intermezzi op. 118 / 02 , 119 / 01 e Rapsodia op. 119 / 04
Classic Riosom

1967 – Brahms - Sonata op. 05 , Capriccio op. 6 no. 02 e Rapsodia op. 119 no. 04
CBS / Sony

Schumann – Carnaval op. 09 / Schubert – Impromptus op. 90
CBS / Sony
Os impromptus foram relançados em CD ( Sony SBK 47 677)

1968 – Tchaikovsky – Concerto op. 23 / Grieg - Concerto op. 16
Filarmônica de Munique / Regida por Rudolf Kempe
CBS / Sony

Liszt – Totentanz / Schumann – Concerto op. 54
A gravação do concerto de Schumann foi considerada a melhor versão discográfica por um júri da revista francesa Diapason, e foi relançado em Cd junto com o concerto de Grieg. ( CBS Odissey MBK 46269)
O concerto de Tchaikovsky tb está disponível em CD. ( CBS Odissey MBK 46268)

1969 – Chopin – Sonata op. 58 / Liszt – Sonata em si menor
CBS / Sony

1970 – Chopin – 24 prelúdios
CBS / Sony
Ganhou o premio Edison do Disco, na Holanda . Gravaçao disponivel em CD ( Sony 714.084/2-062415)


1972 – Stravinsky – Les Noces
Argerich, Auer, Husson ( pianos) Dutoit ( Regência)
Erato


1973 -- Villa Lobos – A Prole do Bebê / Preludio das Bachianas Brasileiras no. 04 / As três Marias /
Rudepoema
Teldec ( Relançado em CD)


1974 - Chopin – Polonaise op. 53 , Balada no. 03 , Berceuse, Fantasia op. 49, Noturno op. 15 no. 02. Scherzo no. 01
Teldec ( Relançado em CD, mas fora do catálogo)


1976 - Chopin – 4 Scherzi, Prelúdio op. 45, Ecossaises op. 72 No.1
Teldec


Chopin – Noturnos op. 09 / 01, 09 / 02 , 15 / 01, 15 / 02 , 15 / 03, 27 / 01 , 27 / 02 , 32 / 01 , 72 / 01 e 72 / 02
Teldec

Relançados em CD, agora fora de catálogo.


1980 – Bach Siloti – Preludio para órgao em sol menor / Schumann – Carnaval opus 09 / Rachmaninoff – Prelúdios opus 32 / 10 e 32 / 10 / Scriabin – Sonata no. 04 / Albeniz – Evocacion / Navarra
Gravado ao vivo no Theatro Municipal do RJ em 19 / 09 / 80
Ariola


Chopin – Fantasia Improviso op. 66 / Mazurkas opp. 33 / 04 e 41 / 01 , Polonaise op. 53 , Scherzo 02, Noturno op. 15 / 02 , Valsa op. 64 / 02, Improviso op. 36 , Estudo op. 10 / 05
GeHeTon Quickborn – Germany - Relançado em CD (L’Art 18)


1981

Beethoven – Concerto 05
Filarmonica Bayer, regida por Rainer Koch
Bayer Records


1982

Rachmaninoff – Suite no. 02 ( 2 pianos) / Ravel – La Valse / Lutoslawsky – Variaçoes sobre um tema de Paganini Argerich ( piano)
CD Philips
Gravaçoes relançadas no CD Martha Argerich and friends – Duo Piano Extravaganza
( Philips 446 557 – 2)


Brahms – Quinteto op. 34
Quarteto Praga – Gerling Konzern


Mendelsohn – Variaçoes Sérias op. 54
( Gravado ao vivo, para o 15 º aniversario do Concurso e do Festival de Maryland ( EUA)
International Piano Archives at Mariland
Considerada por Harold Schoenberg do NYT como a versao em disco dessa obra.


1983

Villa – Lobos – Bachianas Brasileiras n º 03
OSB regida por I. Karabitchevsky
3M
Disponivel em CD ( JSL 143 –3)



1984

Mozart: Sonata k. 332
Schumann – Fantasia op. 17
Scriabin - Sonata nr. 04
Debussy – Reflets dans l’eau
Poisons d’or
Villa Lobos – A lenda do Caboclo - As três marias
Albeniz – Evocación – Navarra

CD Alphée (9502003)
Gravado ao vivo no Roy Thomson Hall em Toronto ( Canadá) em 25 / 03 / 84

Disque de l’anée ( Le Monde, França)
Cinq Diapasons ( Diapason, França)
Ao lado de Argerich e Arrau , foi colocada entre as melhores interpretações da Fantasia de Schumann pelos criticos da revista francesa Repertoire





Mozart – Sonata k. 331
Chopin – Improviso n. 2, Mazurkas op. 41 / 4 e 74/ 4
Debussy – Poisons d’or
Villa – Lobos – A lenda do caboclo, A prole do bebê
Albeniz – Evocacion, Navarra
Albeniz – Godowsky – Tango
Rachmaninov – Preludio op. 32 nr. 12
Gravado ao vivo no Gusmann Cultural Center em Miami em 13 / 12/ 1984
CD Audiofon ( 72023)


1985

Bartok : Concerto para dois pianos e percurssão
Argerich ( Piano)
Orquestra do Concertgebouw regida por David Zinman
CD Philips


Saint Saens – Carnaval dos Animais
Argerich ( Piano) , Kremer ( Violino) , van Keulen ( violino) , Zimmermann ( viola) , Maisky ( Violoncelo) , Hoertnagel ( Contrabaixo) , Grafenauer ( flauta) , Brunner ( Clarinete) , Steckler ( xilofone) Salmer – Weber (glockenspiel)
CD Philips

Ambos os discos relançados no Cd “Duo Piano Extravaganza – Martha Argerich and Friends
( Philips 446 557 – 2)


1993

Bartok – Sonata para dois pianos e percussão
Ravel – Ma Mère l’Oye, Rapsodie Espagnole
Argerich ( piano)
CD Deustche Grammophon
(439 – 867 – 2)



1994

Liszt - Concertos 01 e 02
Totentanz
Filarmonica de Dresden , regida por Michael Plasson
CD Berlin Classics
(00113002BC)



Na época da publicação não haviam sido lançados o CD da “Great Pianists of the 20th century, e o recente recital de Chopin pela Decca.


Identificar o ano e gravadora:
Schumman- Estudos Sinfônicos/ Papillons Op.9
Chopin- Impromptu No.2, Scherzo No.2, Andante Spinato e Grande Polonaise Brillante
Bach/Busoni - Ich Ruf zu dir Herr Jesu Christ
Bach/Siloti - Prelúdio para órgao em sol menor
Villa-Lobos- Bachianas Brasileiras No.4- Prelúdio/ As Três Marias


Obs. Só como curiosidade, reaprem na enorme intersecção que existe entre as discografia do Nelson Freire e da Guiomar Novaes. O próprio Nelson inspira muitas de suas interpretações nas gravações dela.

Muito obrigado a todos que me ajudaram nisso,
Grande abraço,
Alexandre Dias.
Brasília- DF



11 outubro 2002

Aloysio de Alencar Pinto, o último pianeiro


Algumas notas sobre essa músico notável.

Conheci o trabalho do professor Aloysio em um disco promocional que comprei no sebo, e a partir daí virei um grande admirador seu. CConsegui me comunicar com ele, em sua casa lá no Rio, e acabamos nos tornando amigos. Hoje ele possui 91 anos, com memória e lucidez impressionantes, e teve uma carreira inteiramente voltada para a música, sendo concertista de carreira, professor, diretor na Rádio MEC, pesquisador, sempre se dedicando à boa música. Ele infelizmente deixou pouquíssimas gravações, mas estas constituem verdadeiras pérolas fonográficas. Vou tentar aqui listar todas as suas gravações, e tecer alguns comentários.

Quando há três anos comprei em um sebo o LP "Os Pianeiros" (FENAB 115, 1986), não imaginava que aquele se tornaria um dos discos mais ouvidos da minha coleção, e sem dúvida um dos mais interessantes. Produzido pelo Banco do Brasil aqui em Brasília, foi organizado e encabeçado pelo produtor José Silas Xavier, e pelo prof. Aloysio de Alencar Pinto. No disco duplo, participam três grandes figuras do piano brasileiro: Carolina Cardoso de Menezes, Antônio Adolfo, e o próprio Aloysio. Vejam o repertório de autênticos pianeiros:

Disco 1
Lado A
01. Odeon
(tango de Ernesto Nazareth)
Carlina Cardoso de Menezes (curiosamente, a Carolina gravou essa peça 3 vezes ao longo de sua carereira)

02. Muchacha
(valsa de Aurélio Cavalcanti)
Antõnio Adolfo

03. Maghi
(schottisch de Raimundo Donizetti Gondim)
Aloysio de Alencar Pinto

04. Mulher
(valsa de Osvaldo Cardoso de Menezes)
Carolina Cardoso de Menezes)

05. Depoimento de Augusto Vasseur

06. Pianola
(ragtime de Sinhô) (Graças a esta gravação, a "Pianola" de Sinhô pôde chegar aos dias de hoje. Quem quiser tocá-la, no entanto, terá que tirar de ouvido, pois não foi editada. Eu fiz minha própria transcrição para partitura, tentando ser fiel ao máximo à gravação do Vasseur. O Prof. Aloysio me disse certa vez que ele mesmo também já fez um arranjo para dois pianos. Isso sim deve ser interessante)
Augusto Vasseur
Faixa do LP Sinter No. 1113, "Salda de Espera do Cinema Avenida", de 1957

07. Turuna
(tango de Ernesto Nazareth) (Outro gol de placa dos produtores do disco. Das 4 gravações que o próprio Nazareth fez em 1930, apenas duas foram lançadas em disco. As outras duas, arquivadas pela Odeon, foram lançadas pela primeira e única vez nesse disco, mais de 50 anos depois, graças ao Prof. Aloysio, que possui uma das matrizes, conseguidas a partir do acervo do Catulo quando ele morreu).
Ernesto Nazareth
Matriz Odeon No. 3942, gravada em 10/09/1930, não lançada em disco

Lado B
01. Subindo ao Céu
(valsa de Aristides Borges)
Antônio Adolfo (uma valsa muito popular no meio chorístico. Por coincidência já ouvi essa semana interpretações do Sivuca, do Arthur Moreira Lima, e do Altamiro Carrilho).

02. Sete Coroas
(samba de Sinhô) (Esta gravação prova que a Carolina não era uma simples pianeira que tocava de ouvido, mas uma exímia improvisadora que possuía ótima leitura. O José Silas tinha uma partitura desse samba com apenas a linha melódica, sem acordes ou acompanhamento de qualquer tipo, e perguntou para a Carolina se era possível fazer alguma coisa com aquela melodia. A Carolina negou, dizendo que era difícil tirar aquela música, mas no mês seguinte ela apareceu com a música pronta, e toda a parte da mão esquerda criada por ela. Outra observação: esta é a primeira gravação do "Sete Coroas")
Carolina Cardoso de Menezes

03. Morrer Sonhando
(Valsa de J. Garcia de Christo)
Aloysio de Alencar Pinto

04. Caboclinho
(tango de A. Chirol)
Antõnio Adolfo

05. O Maxixe
(maxixe de Aurélio Cavalcanti) (Na capa do disco há uma caricatura de Aurélio sentado ao piano com várias dúzias de dedos em cada mão, que foi publicada na revista O Malho de 23 de abril de 1904);.

06. Uma farra em Campo Grande
(choro de Nonô) (Outra faixa que vale a pena tirar de ouvido. O piano vira um tambor nos dedos de Romualdo Peixoto)
Nonô
Disco Columbia No. 22111, lançado em abril de 1932.

Disco 2
Lado A
01. Cauã
(valsa-choro de Sinhô)
Antônio Adolfo

02. Sultana
(polca de Chiquinha Gonzaga)
Aloysio Alencar Pinto

03. Mosquita
(valsa de Tia Amélia)
Tia Amélia
Faixa do LP Marcus Pereira MPL 9422,
"A Benção Tia Amélia", de 1980

04. Pisano em Ovos
(tango de Carlos de Abreu)
Aloysio de Alencar Pinto

05. Do Sorriso das Mulheres Nasceram as Flores
(tango de Eduardo Souto)
Carolina Cardoso de Menezes

Lado B
01. Coração que Implora
(valsa de José Ribas)
Aloysio de Alencar Pinto

02. Tempos que se foram
(choro de Alberico de Souza)
Carolina Cardoso de Menezes (Outra obra prima que é a intepretação da Carolina. Na minha opinião, a década de 80 foi a melhor fase dela, onde podemos ouvi-la no piano solo cheio de musicalidade e brilho. Felizmente ela gravou 3 discos nessa época. Os outros dois são pelo Nucleo Contemporâneo, e outro com o violinista Fafá)

03. Fon-Fon
(tango de Ernesto Nazareth)
Aloysio de Alencar Pinto

04. Lili
(schottisch de J. M. Azevedo Lemos)
Antônio Adolfo

05. É Café Pequeno
(tango de José Emygdio de Castro) (Minha música favorita desse disco. Segundo o Prof. Aloysio, ele pôde surpreender o autor dessa música, que foi dedicada a ele, com os direitos autorais dessa prensagem quando o autor tinha mais de 90 anos)

06. Alegre-se Viúva
(tango de Chiquinha Gonzaga)
Antônio Adolfo

07. Nenê
(tango de Ernesto Nazareth) (outra faixa-raridade)
Ernesto Nazareth
Matriz Odeon No.3940, gravada em 10/9/1930, não lançada em disco


Na contracapa do LP há três parágrafos sobre cada um dos intérpretes (além de um farto encarte sobre cada um dos compositores). Sobre o Aloysio é dito o seguinte:

"Nascido em Fortaleza, CE, em 1912, começou a estudar piano aos 7 anos com sua tia Hortência Jaguaribe de Alencar. Passou depois à classe de Ester Salgado Studart da Fonseca e estudou composição com Luiggi Maria Smiddio. Transferindo-se para o Rio de Janeiro, ingressou, por concurso- obtendo o primeiro lugar- no Instituo Nacional de Música, onde teve Barroso Neto como professor de piano. Merecendo medalha de ouro no fim do curso, obteve viagem a Paris, onde estudou com Nicolai Orlov e Robert Casadesus. Voltando ao Brasil, apresentou-se em todo o país. Fixando residência no Rio de Janeiro, abandonou a vida concertística, passando a compor e a pesquisar a música brasileira. Começou a compor a compor quando ainda estava no Ceará, em 1926. Gravou pela primeira vez em 1953, pela Victor, com um uma peça de Alexandre Levy e Valsa Lenta, de sua autoria.
Entre suas mais importantes obras, figura o bailado Sarau de Sinhá, original para piano a 4 mãos, gravado em Discos Marcus Pereira, pelo duo Kaplan-Parente. Foram também gravadas as suas harmonizações de cantos indígenas e afro-brasileiros, por Maura Moreira e Sônia Maria Vieira, pela PROMEUS da Funarte. Mas o principal de sua obra pertence à literatura pianística. O prof. Aloysio de Alencar Pinto foi quem escolheu seu repertório para o presente álbum."

Esse texto resume praticamente toda a produção discográfica desse homem que conheceu Nazareth em pessoa em 1921. Esse 78-RPM eu pude conseguir através do Nirez, grande colecionador de discos no Ceará, e as harmonizações de cantos indígenas também, com uma série de LPs da Funarte. O disco do Duo Parente-Kaplan tocando o Sarau de Sinhá é notável, só que, segundo o próprio compositor, ele nunca chegou a ver nenhum dinheiro pelos direitos autorais desse álbum que vendeu bastante.


Restam pois, apenas duas gravações a serem comentadas. A primeira é de 1963, data de comemoração do centenário do Nascimento de Ernesto Nazareth, onde o então direitor musical da Rádio MEC toca 12 valsas e o pianista Arnaldo Rebello toca 8 tangos (incluindo algumas polcas). São interpretações de quem viveu a Belle Époque do Rio, e tem técnica de concertista, mas com espírito de pianeiro. Eu recomendo efusivamente que vocês comprem este disco, que foi produzido pela Sociedade dos Amigos Ouvintes da Rádio MEC, e pode ser adquirido neste site SOARMEC .
Essas são as faixas:

Doze Valsas
01. Coração que Sente
02. Eponina
03. Fidalga
04. Faceira
05. Expansiva (talvez essa gravação sozinha já valha o preço do CD)
06. Pássaros em festa
07. Dirce
08. Confidências
09. Elegantíssima
10. Yolanda
11. Turbilhão de beijos
12. Elétrica
Piano: Aloysio de Alencar Pinto

Oito Peças para piano
13. Favorito (tango)
14. Nenê (tango)
15. Cuyubinha (Polca)
16. Tenebroso (Tango)
17. Ameno Resedá (Polca)
18. Sutil (Tango)
19. Ferramenta (Tango-fado)
20. Ouro sobre azul (Tngo)

Piano: Arnaldo Rebello

E a última gravação que resta comentar é uma que nunca saiu em disco. Trata-se de um depoimento que o Prof. Aloysio prestou ao colecionador Nirez, em Fortaleza. É uma gravação de extremo valor onde ele toca algumas peças no piano disponível no local, e dá uma pequena aula sobre história da música (coisa que ele adora fazer. Quando eu arrumar algum jeito de gravar telefonemas, vou registrar minhas conversas com ele).
A data eu ainda não descobri, mas deve ser, no mínimo, da década de 80.
Isso é o que contém na fita:

Depoimento de Prof. Aloysio de Alencar Pinto prestado Museu Fonográfico de Fortaleza (de Miguel Ângelo de Azevedo, Nirez)
01. Pixinguinha- Carinhoso. Arranjo próprio. Considerado por José Silas Xavier, que está para lançar um livro sobre o Pixinguinha, o arranjo mais bonito dessa peça.

02. Poor Butterfly (música que era tocadas nos bailes nas décadas de 30, 40, no Ceará)

03. Fala. Como ilustração da minha composição de uma fase que, vamos dizer, não é a primeira, mas talvez a seguda, vou tocar a valsa em fá sustenido menor, que é uma valsa seresteira, e vamos ver como é que sai nesse piano de armário, porque o piano nunca é igual ao piano de cauda, é um piano um pouco (tocato?) com um som um pouco aberto. Não sei qual será a resolução, mas vamos fazer o possível.

04. Aloysio de Alencar Pinto- Valsa em Fá# menor (dedicada a sua mãe)

05. Fala. (Se dirigindo ao Nirez) Você que possui o Museu Fonográfico de Fortaleza, naturalmente vai saber de uma curiosidade referente a essa valsa. Esta valsa foi gravada em disco de 78 rotações para a RCA Victor, talvez uma das únicas gravações que eu fiz na época em selo azul, e acoplada com o Tango Brasileiro de Alexandre Levy [N. do digitador: Duas gravações fantásticas. O único registro fonográfico de quando ele estava no auge de sua técnica]. Você tem esse disco em seu arquivo?
Nirez: Não. Gravação comercial?
Aloysio: Gravação comercial. Então vão ter que dar um jeito pra ver se você... Já que você me trouxe "O teu Cantor", que foi a minha primeira peça impressa no Ceará musical, a única impressa, é provável que você consiga arranjar essa valsa, que foi a única gravada em 78 rotações. [N. do d. Hoje o Nirez possui esse disco, pois o prof. Aloysio o presenteou com uma cópia]. As outras peças, algumas estão gravadas em Long Play. Você queria saber mais alguma coisa a propósito da compoisição?
Nirez: É bom
Aloysio: Bem, eu comecei a fazer a composição naturalmente, como se diz, como um pessoa dotada. Comecei a fazer por conta própria. Depois eu estudei harmonia aqui com o grande professor italiano, que viveu alguns anos no Ceará, e que teve o seu nome muito ligado ao Ceará. Foi o professor Luiggi Maria Smiddio. Era um grande maestro italiano, regente, professor de matérias teóricas, com que estudei harmonia aqui no Ceará. E foi o maestro Smiddio quem me deu, vamos dizer, os primeiros rudimentos da arte de compor. Eu já fazia por conta própria, mas aí tinha que que aprender "como é que é", de como fazer. Mas, apesar de ter tomado as aulas com o maestro, eu levei muito tempo sem me dedicar, sem ter tempo de me dedicar à composição. Gostava mas não levei à frente, não levei pra adiante. Pra apanhar muitos anos depois, como acabei de frisar pouco atrás.
Bem, você queria ouvir, nós tocamos aqui no (jangado ?) uma noite alguns trechos de uma suíte feita para piano a quatro mãos, e que eu entitulei de Sarau de Sinhá. É um pequeno balé, um balé em uma parte, uma espécie de divertimento coreográfico sobre cenas de uma festa no Rio antigo. Nela, eu apresento algumas danças do século XIX, danças européias que se aclimataram no Brasil, como a Polca, a Schottisch, a Contra-dança, a Valsa, que aqui chegou ainda no século XVIII, e uma série de cenas que integram o que eu denominei o Sarau. Quer dizer, a festa, misturada, um pouco festa e um pouco tertúlia porque no balé aparece um recitativo, há um poeta que declama alguma coisa, aglum soneto, versos, como era de praxe nos salões artísticos da época.
Nós vamos tocar alguns trechos da suíte, que acaba de ser executada nos Estados Unidos por Gerardo Parente, esse grande pianista Cearense, que está radicado na Paraíba, e que tocou agora em algumas cidades americanas com o pianista argentino radicado na Paraíba, Kaplan.

Nós vamos tocar a schottisch, que é uma dança que chegou ao Brasil por volta de 1851, foi muito dançada, era uma dança muito elegante, tranqüila, e que mais tarde se tornaria uma espécie de gênero-canção, porque Catulo da Paixão Cearense adaptou letra a algumas schottischs famosas da época como Rasga o Coração [Yara] de Anacleto de Menedeiros, polcas onde o grande cultor foi Callado, Joaquim Antônio da Silva Callado. Quer dizer... As polcas da suíte ainda guardam um sabor assim bastante europeu, só mais tarde é que elas se abrasileiraram porque quando a polca se tornou brasileira, daí foi meio caminho andado para o maxixe. A polca brasileira foi muito marcante na música popular brasileira porque ela está na genealogia do samba. Veio o lundu, ou por outra, antes de tudo veio o batuque. Do batuque sai o lundu. Depois o lundu se acultura com a polca, sai a polca-lundu. Depois da polca-lundu vem uma série de variações, tem a polca-tango, tem vários tipos de polca, então a polca adquire freqüências e constâncias já bem brasileiras. As polcas de Ernesto Nazareth, que hoje em dia chamam chorinho, e são todas polcas o Apanhei-te Cavaquinho, o Ameno Resedá e várias outras. Então da polca brasileira, do lundu, e da habanera sai o maxixe, e do maxixe então nós temos o samba. O samba como gênero de música urbana.

Nós vamos tocar pra começar uma schottisch, em seguida uma contra-dança, que é uma quadrilhade três seções. As quadrilhas maiores tinham cinco partes, cinco seções. E as menores três. A contra-dança, como a polca e a schottisch todas chegaram ao Brasil via Paris. Tudo o que vinha para cá vinha da França, vinha dos salões de Paris. Houve uma grande influência francesa na sociedade brasileira, e tudo vinha da Europa, especialmente da França. E depois pra encerrar, essa pequena entrevista com o Nirez, nós vamos tocar uma valsa. Uma valsa francesa, adaptada para piano a 4 mãos e que foi das mais tocadas na Belle Époque, quer dizer, fins do século XIX e começo do século XX. É uma época que, quando estudamos e quando fazemos palestras a respeito, costumamos dizer que começa a partir de 1870, 71, quer dizer, aproveitando o final da Guerra do Paraguay com o final da Guerra Franco-Prussiana, onde a sociedade européia passou a ter uma vida mais alegre, mais confortável, mais eufórica. Reflexos dessa vida vinham encontrar também uma época de desenvolvimento no Brasil. Abertura de novas avenidas, a cidade se transformava, a luta contra a febre amarela, quer dizer, tudo se urbanizava e o Rio de Janeiro viveu, numa imitação da vida francesa uma época muito requintada, com o comércio francês, tudo era francês, o nome dos restaurantes eram todos franceses, as grandes modistas, tudo tudo, tudo vinha da França. As moças falavam francês, as moças de sociedade, e a música de salão também era cantada em francês. Nós vamos reviver um pouco dessa época com essas 4 peças que vamos tocar.

Usei a expressão "vamos tocar" porque aqui vou apresentar a piansita Irany Leme, presentemente em Fortaleza em minha companhia para uma pesquisa que estamos realizando para o SESI, uma pesquisa sobre folclore no litoral do Ceará. A pianista Irany Leme foi minha aluna, trabalha comigo a vários anos, e é professora da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Já teve a oportunidade de se exibir várias vezes aqui em Fortaleza como concertista e é com ela que eu vou fazer essa pequena execução das peças a 4 mãos.
(N. do digitador: tive o privilégio de conhecer essa figura simpática que é a profª Irany. Quando fui para o Rio no começo do ano para participar de um programa na Rádio MEC, lá estava aquela simpática senhora independente, de cabelos brancos nos esperando e que nos recebeu atenciosamente. Acabou me presenteando com um CD que ela gravou com um oboeista e que depois eu comentarei. No mesmo dia descobri que ela já deu aula para a Maria Teresa Madeira, outra gigante do piano braisleiro, na linha "técinca de pianista e musicalidade de pianeira " :)

06. Alosyio de Alencar Pinto- Sarau de Sinhá (gostaria de ter a partitura dessa peça... É a verdadeira encarnação dos saraus antigos!)
I. Schottisch
II. Contra-dança
III. Valsa

Abraço a todos,
Alexandre Dias- Brasília



This page is powered by Blogger. Isn't yours?